quinta-feira, 10 de abril de 2008

QUEM SABE SE O ESTILO NÃO EVITARIA TANTO ÓDIO E TANTA GUERRA NO FUTEBOL PORTUGUÊS!

*

Aligeirando um pouco o ambiente pesado que estas notícias de “corrupção” sempre nos deixam, se bem que não sejam novidade e quando aparecem as encaremos já com naturalidade, descobri um dia destes este pequeno filme sobre um árbitro de futebol brasileiro, que introduzia nas suas actuações alguma graciosidade que acredito, a todos deixava sem resposta.

A sua forma dançarina e peculiar de arbitrar, emprestava ao espectáculo futebol, um clima engraçado que naturalmente traria ao semblante dos jogadores um sorriso, contrariando assim, as “carantonhas” acompanhadas verbalmente de impropérios que a proximidade das camaras de televisão, sempre deixam perceber.

Como hoje quinta-feira, 10 de Abril de 2008, teremos o Sporting Clube de Portugal, último e único representante do nosso país em competições internacionais esta época, tentando passar às meias finais da Taça UEFA, quem sabe se não seria de todo interessante que a arbitragem de logo à noite em Alvalade, introduzisse esta vertente artística na contenda.

De uma coisa estou certo, na minha qualidade de benfiquista até à morte, afirmo com toda a convicção, que teria preferido ver este antigo árbitro brasileiro no último jogo Boavista-Benfica, que Lucílio Baptista. Pelo menos, mesmo empatando o jogo, teria sorrido e deixado o sofá onde vejo os jogos do meu SLB ( a vida está difícil...), com uma disposição diferente daquela com que fiquei. (Vá lá perceber-se porquê?)

Brincadeiras à parte, deixo aqui os votos de um bom jogo ao Sporting Clube de Portugal, desejando que passe a eliminatória com o Rangers, de forma limpinha, sem erros de arbitragem que infelizmente têm deixado muito a desejar cá pelo nosso burgo.

Divirtam-se com o vídeo.

António Inglês

16 comentários:

Lisa's mau feitio disse...

Querido Avô, cá estou para lhe deixar um breve miminho. O tempo urge e hoje, trouxe trabalho que parece que não vai ter fim. Não contando com o trabalho de traduções que faço basicamente on line. Mas a solução para certos problemas passa por mesmo por não baixar os bracitos, certo? :)
Lamúrias para quê!!

Qto ao seu Sporting, que vença, que vença. A ver se o meu Pai fica feliz, que é Sportinguista ferranho demais.

Sabe, qto ao meu FCP e tendo em conta o que me deixu no comentário do blog, dou-lhe toda a razão. Há muita inflamação, muita pena curva por ali, no seio do FCP. Este último discurso da vitória feito pelo Pinto da Costa foi muito inflamado, muito terrorista, talvez. Lamento, de facto, já que simpatizo tanto e tanto com este meu Clube!:)Mas o que mais me importa são as vitórias, a boa camaradagem, o respeito pelo outro (já que há sempre alguém no grupo de amigos que é adepto de outro clube) e as cores! Meu AZUL sempre!! :)

Deixo-lhe um beijinho, então, cheio de carinho, apesar da faltinha de tempo!!

(Ainda vou ali abaixo deixar um beijinho especial no post do seu Pai, data que lamento ter deixado passar sem uma palavra que fosse. vou agorinha!!)
Lisa

Sophiamar disse...

Meu Querido Amigo

O video divertiu-me mas o jogo não me divertiu nada. E lá acabou a participação de Portugal em provas internacionais. Como muitos maldizentes já apregoavam.
Temos de nos resignar mas é difícil. Agora quanto ao nosso SLB estou triste. Até quando continuaremos a assistir a jogos em que parecem mais um passeio dentro do campo do que uma disputa por um resultado que leve à vitória. Já lá vai o tempo em que se suavam as camisolas.

Beijinhosssss mil e muitos

Vieira Calado disse...

Esse Lucílio Batista foi sempre um palhaço.
Para isso é que tem jeito.
Como é que é possível
(ouvi eu dizer a um tal coroado),
ser o árbitro português de maior projecção?
Quanto ao que se aprende, uns com os outros, na blogosfera,
digo-lhe que tenho aprendido umas coisas boas.
Por exemplo, esse seu excelente e exaustivo artigo sobre o café, veio a dar-me novos dados
que eu desconhecia.
Daqui lhe envio um forte abraço.

Menina do Rio disse...

Antonio, Futebol pra mim quer dizer 22 homens correndo atras de uma bola e um sem número na platéia esbravejando. Já houve um tempo em que eu até gostava de ver as pernas de alguns jogadores, mas hoje em dia nem isso, pois são músculos marombados, fabricados por excesso de metabolizantes.

Um beijo

Brancamar disse...

Este árbitro do futebol brasileiro é bem característico, mas parece mais estar a fintar um touro num campo de tourada do que a arbitrar um jogo de futebol. Estou a imaginar os jogadores a certa altura já tão baralhados que até se devem esquecer de jogar...ah!ah!ah! Deve ser bem divertido assistir a um jogo destes!
Beijinhos

Maria disse...

Diverti-me com o vídeo, mas o scp foi-se.......
E agora resta-me desejar que a tua vida por aqui volte ao normal, já recuperado, etc....

Vou à cornucópia um dia destes, depois digo.... :))

Beijinho

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo António, votos de um bom fim de semana, na companhia da famíia e amigos...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

António Inglês disse...

Lisa's

Eu não sou lagarto, sou BENFIQUISTA dos quatro costados.
Dou-lhe os parabéns pela vitória do FCP no campeonato, e foi merecida, mas aqui para a gente que ninguém nos ouve, nem o FCP nem o Porto, nem o norte merecem este senhor, habituado a um palavreado pouco distinto e pelo que se percebe habituado a determinados ambientes com os quais não identifico.
E até o admirava antigamente. Neste momento, não o suporto mesmo. Lamento. E nem é pelo facto de o FCP andar a ganhar muitos campeonatos, é mesmo porque não o suporto.
Quanto a si desejo-lhe um bom trabalho e é bom sinal ter muito, pois significa que tem trabalho e tem valor.
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Isabel

Pois este senhor dispõem a gente bem, não achas???
Creio que é algum piquinho que o afecta e faz saltitar... digo eu não sei...
O nosso SLB, tem calma, essa tem de ser uma das nossas virtudes, saber ter calma e saber esperar.
Eu lembro-me que há poucos anos atrás o nosso clube não tinha crédito em lado nenhum. Até haviam uns senhores ali para o Norte que sempre que o Benfica tentava fazer o negócio de um jogador, se davam ao luxo de ajudar ao descrédito do nosso SLB.
Hoje isso já não acontece, e só quem não quer ver é que não percebe que tínhamos de atravessar este deserto até voltar-mos à plenitude dos gloriosos dias.
Deixa poisar as andorinhas que a Primavera está a passar.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Amigo Vieira Calado

Ainda bem que encontrou por aqui alguma coisa que o ajudou. Só que não são de minha autoria. Em contrapartida sempre que vou até ao seu espaço, venho de lá mais enriquecido e aí os conhecimentos são seus mesmo.
Um grande abraço
António

António Inglês disse...

Menina do Rio

Nem parece da Pátria do futebol querida amiga.
Eu confesso que gosto de futebol, e sendo benfiquista não deixo de ser um apaixonado pelo jogo em si.
Na televisão por cabo tenho acesso a muitos jogos dos diversos campeonatos brasileiros e perco horas, noite dentro assitindo aos jogos.
Enfim... gostos...
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Branca

Aí é que estava a vantagem, deixavam de haver guerrilhas no futebol...
Mas se calhar começariam outras quiçá menos másculas...
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Maria

Pois foi, e foi pena. Deixámos de ter alguém nas competições europeias.
Mas também neste momento não vejo ninguém com capacidade para mais.
Fico à espera dessas novidades das cornucópias...
Dia 25 deste mês também por la´estarei...
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Fernandinha

Obrigado. Um bom fim de semana também para ti e para os teus mais queridos.
Beijinhos
António

Sophiamar disse...

António

Fechei o meu blogue. O spam não pára. Não voltarei tão cedo a ter blogue.
Haja saúde.

Beijinhossss

António Inglês disse...

Sophiamar

........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
António