terça-feira, 8 de abril de 2008

NUMA FELIZ COINCIDÊNCIA, COMEMOROU-SE ONTEM, DIA 7 de ABRIL de 2008, O DIA MUNDIAL DA SAÚDE.

*

Neste Dia Mundial da Saúde, OMS alertou para o aquecimento global



Mudanças climáticas podem trazer sérios problemas de saúde pública.
Organização pede coordenação entre países para controlar o problema.

O aquecimento global traz impactos para a saúde pública de todos os países e só através da colaboração internacional esse desafio poderá ser vencido -- é o que alerta a OMS no Dia Mundial da Saúde 2008, comemorado nesta segunda-feira (7).

Entre as recomendações feitas pela agência das Nações Unidas está o fortalecimento da vigilância sanitária e o controle de enfermidades infecciosas. Com o aquecimento planetário, as autoridades de saúde temem que doenças tipicamente tropicais, como malária e dengue, atinjam os países hoje mais frios do Hemisfério Norte. No Hemisfério Sul, alagamentos em algumas regiões podem fortalecer ainda mais essas doenças; em outras, a seca pode levar à desidratação e à desnutrição.

A poluição do ar promete mais casos de asma, bronquites e outros problemas de ordem respiratória, além de alergias. Também devem aumentar os casos de doenças ligadas ao stresse, que afectam coração, circulação e pulmões.

A directora-geral da OMS, Margaret Chan, afirma que se as mudanças climáticas não forem combatidas, os suprimentos de comida, ar e água estão sob risco. Ela também recomenda o fortalecimento da infraestrutura de saúde em países pobres e em desenvolvimento.

O maior impacto deve ser visto em regiões rurais e remotas, que serão as primeiras a receber o impacto climático, alerta a OMS.


As razões da sua existência

O Dia Mundial da Saúde foi criado em 7 de Abril de 1948, pela Organização Mundial de Saúde – OMS, fundamentado no direito do cidadão à saúde e na obrigação do Estado na promoção da saúde. Ao longo da história da humanidade, o saneamento ambiental tem sido o instrumento mais eficaz para a promoção da saúde.

As nossas primeiras lembranças quando se fala em saúde são assistência médica, hospital, remédio... Essas coisas, no entanto, constituem apenas um componente no campo da saúde. Muitas vezes, é mais importante ter água potável, ambiente e alimentos saudáveis. Tudo isso, quando bem feito, resulta em um bom nível de saúde pública.

Saúde pública é mais do que o somatório da saúde das pessoas. É instrumento para o desenvolvimento social e económico e está intimamente relacionada com a paz, educação, habitação e equidade. É fantástico o alcance dos benefícios do saneamento ambiental, principalmente nas camadas menos favorecidas da população.

Textos da Net e da globo.com
Fotos da Net

2 comentários:

Sophiamar disse...

"Homem prevenido vale por dois"

Não é assim? O segredo da saúde está na prevenção. Assim a façamos regularmente como os médicos nos recomendam. E dar sangue é dar vida. Hoje para eles, amanhã, para nós.
Tu não deixas escapar uma data, António. Excelente serviço nos prestas!

Beijinhosss mil

António Inglês disse...

Olá Isabel

Pois, todos os dias são dias de... qualquer coisa. Este veio mesmo a calhar...
Um beijinho
António