sábado, 8 de março de 2008

“QUINTA ESSÊNCIA” ABRUNHEIRA - SINTRA

*

A Qe Sintra é um complexo residencial e pedagógico para pessoas com deficiência mental ligeira a partir dos 16 anos, localizada na Abrunheira, especificamente na Rua Humberto Delgado, N.º 52.



“A Qe Sintra é o primeiro projecto desenvolvido pela Quinta Essência, destinado a pessoas com atraso de desenvolvimento intelectual maiores de 16 anos. Olhamos para cada cliente de forma individualizada, sem paternalismos, conferindo uma dignidade única a cada área de actuação e às diferentes competências existentes. Eu posso não saber desmontar o motor de um carro, mas saber coser lindamente. Temos clientes que são perfeitamente capazes de desmontar o motor de um carro, mas que não sabem coser... A Qe Sintra é um projecto muito ambicioso, estudado ao pormenor ao longo de vários anos. Em breve, o público ouvirá falar, sobre temáticas diversas que pretendemos trazer ao seu conhecimento. É na lógica da iniciativa privada que actuamos mas, de forma inovadora. Por isso, pretendemos actuar também como agentes de divulgação da informação e estamos totalmente abertos a encontrar alternativas possíveis para que todos os nossos potenciais clientes possam ter acesso aos nossos serviços.”



Abrimos portas há 2 anos com o extraordinário objectivo de desenvolver a autonomia social, pessoal e profissional das pessoas com deficiência, permitindo o acesso destas pessoas tão especiais a um projecto de vida estruturado.
Na Qe olhamos para cada pessoa de forma individualizada, conferindo uma dignidade única a cada área de actuação e às diferentes competências existentes.
Como costumamos dizer, a Qe assume-se não como uma escola, mas sim como um simulador de vida.
O nosso centro pedagógico e residencial ocupa uma área total de 15.000 metros quadrados, com jardins, lagos e animais.
O Centro Pedagógico composto por 5 Ateliers (Atelier de Arte & Descoberta, Atelier OlhArte, Atelier ComunicArte, Atelier Espaço & Movimento e Atelier JardinArte) tem como objectivo estimular o desenvolvimento pessoal dos nossos alunos através de meios que promovam as suas capacidades, quer na sua vertente afectiva/ emocional quer no desenvolvimento de competências sociais, físicas e cognitivas.
A zona residencial é composta por duas residências (Residência Água e Residência Fogo) com capacidade para 24 residentes em regime temporário, ocasional ou permanente.
No sentido de potenciar uma maior integração social, temos estabelecido parcerias com a comunidade onde estamos inseridos, nomeadamente com a Associação de Reformados e Pensionistas da Abrunheira.
Neste momento temos duas actividades com a Associação de Reformados: uma das nossas alunas com diagnóstico de autismo, vai uma vez por semana durante cerca de 2 horas conviver com os idosos da Associação de Reformados e Pensionistas da Abrunheira



ENVOLVER PAIS E PARCEIROS

Em toda a QE Sintra há uma matriz tridimensional, que permite um aproveitamento superior. O princípio do simulador tem a ver com o princípio de utilização dos espaços, em que cada um tem de cumprir uma função económica, social e pedagógica. Como ilustra João Ribeiro, “temos um economato (função económica), mas com um layout de minimercado, que lhe confere uma dimensão social e pedagógica. Além disso, se algum destes alunos quiser ser repositor de supermercado, aprende ali o seu “ofício” (simulação).

Fontes:
Textos e Fotos da Net

António Inglês 8 de Março de 2008

10 comentários:

elvira carvalho disse...

Um trabalho de divulgação muito bom. Precisavamos de mais quintas destas, de modo a integrar, todos aqueles que precisam destes cuidados, pelo país fora.
Um abraço

Lisa's mau feitio disse...

Deus ajude e dê forças aos braços que movem este Projecto exemplar!!!

Fantástico, Avô!!
Não sei se sabe, mas esta sua neta rebelde é professora!! Vai daí que estes temas, estas questões tocam-me na alma...

Saio emocionada!!

Deixo-lhe um chazinho quentinho, querido Avô!!

Até amanhã, se Deus quiser!!

Lisa

Brancamar disse...

António,
EStou numa noite de insónias, mas já não consigo ler o teu post.
Volto amanhã.
Vim só deixar-te um beijinho

Sophiamar disse...

Um post muito bom. Não conhecia este projecto e vou imprimi-lo para o dar a conhecer a colegas e fazer a sua divulgação.
Obrigada pelo serviço público que nos prestas. Afinal , tens muitas semelhanças com o meu querido Zé.

Jinhosssssss

Bom Domingo!

António Inglês disse...

Elvira
Pois precisávamos e este trabalho sendo meritório deveria ser um papel a desempenhar pelo Governo, mas infelizmente temos o governo que merecemos.
Pena que seja tão caro.
Um abraço
António Inglês

António Inglês disse...

Lisa's

Ainda não me tinha dito que era professora mas desconfiava. Sei que estão em luta e espero que tudo se resolva em bem e a bem dos professores que são quem forma os homens e as mulheres do amanhã.
Este projecto e´interessantíssimo e é privado, o que é uma pena pois este papel deveria ser desempenhado pelo Estado.
Creio que as mensalidades são muito caras e não estarão ao alcance de todos mas a iniciativa é louvável.
Um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

Branca

Obrigado mana. Deixo-te outro beijinho para ti.
António Inglês

António Inglês disse...

Isabel

Bom dia. Conheci o projecto porque acidentalmente abri uma revista que me mostrou esta realidade que também não conhecia.
Ainda bem que achas interessante.
Um bom domingo
António Inglês

Filoxera disse...

Faz-me lembrar outro projecto: A CERCICA de Bicesse.
Parabéns, mais um post excelente!

António Inglês disse...

Filoxera


CERCICA mais um excelente projecto, mas fazem falta muitos mais.
Um abraço
António Inglês