domingo, 2 de março de 2008

INVESTIGADOR PORTUGUÊS RECEBE PRÉMIO NO CANADÁ

*

Professor foi galardoado com um dos mais prestigiados prémios



O professor e investigador português José Carlos Teixeira, radicado no Canadá, foi galardoado com um dos mais prestigiados prémios universitários daquele país, em reconhecimento da «excelência» do trabalho que tem desenvolvido na área da geografia social. O «Prémio de Investigação da Universidade da Colúmbia-Britânica-Okanagan» será entregue numa cerimónia dia 12 deste mês, a ter lugar no pólo universitário de Kelowna, onde José Carlos Teixeira é professor associado. Esta é uma das duas maiores distinções conferidas pela universidade, a par do prémio de docência. Em declarações à Lusa, José Carlos Teixeira, que nasceu nos Açores há 49 anos, confessou ter ficado inicialmente surpreso ao saber do prémio.



«Devo este prémio à comunidade portuguesa no Canadá»

«É que geralmente dá-se este prémio a pessoas em final de carreira», desabafou, manifestando-se orgulhoso por tratar-se de um louvor ambicionado por muitos académicos, mas alcançado apenas por alguns. «Devo este prémio à comunidade portuguesa aqui no Canadá, porque ela foi sempre o centro dos meus estudos, o meu laboratório principal», indicou o docente, que elaborou outras análises na área da geografia social sobre as comunidades polaca, jamaicana, moçambicana e angolana no país. «Com este prémio gostaria de transmitir uma mensagem aos jovens portugueses e luso-descendentes: a de que é possível atingir-se um nível de excelência, mesmo sendo originário de regiões pequenas e mais pobres», salientou à Lusa. Para o investigador, o prémio demonstra o mérito do impacto das pesquisas que fez, dentro e fora do meio académico.


As grandes temáticas focadas pela sua investigação são três. A estrutura e evolução das comunidades, a mobilidade para os subúrbios a partir das primeiras cidades onde as comunidades se instalaram e o papel do comércio étnico português. Hoje-em-dia é já visível uma base de empresários, assim como de industriais, de origem portuguesa a terem êxito e a evidenciarem-se no Canadá, especificou acerca daquele último ponto. Natural da freguesia da Ribeira Grande, em S. Miguel, Açores, José Carlos Teixeira viajou para o Canadá em 1978 para fazer um mestrado, findo o qual planeava regressar aos Açores. Mas, acabou por emigrar em definitivo, constituiu família e concluiu um doutoramento em Toronto. Iniciou a seguir uma carreira docente nas universidades de York, Toronto, Okanagan e Colúmbia Britânica, tendo ingressado nesta última em Julho de 2006. O professor português do Departamento de Geografia da UBCO é autor de mais setenta publicações, de entre livros, monografias, dissertações, artigos, relatórios e pesquisas. «Os Portugueses no Canadá», que será reeditado em breve pela Universidade de Toronto, e «Os Portugueses no Canadá: do mar para a cidade», em co-autoria como professor Victor da Rosa, são algumas das obras mais conhecidas.



José Carlos Teixeira assumiu recentemente funções de coordenação - «Priority Leader» - no projecto Metropolis, rede internacional de instituições de pesquisa e outras organizações, que procede a análises comparativas nas áreas da migração e integração de imigrantes, podendo servir para apoiar políticas imigratórias.

Texto do Portugal Diário / Fotos da Net

José Gonçalves

4 comentários:

Sophiamar disse...

Querido Amigo Zé

Mais uma vez, serviço público. Descobres estas informações e não as guardas para ti. Vens partilhá-las connosco. Obrigada amigo. É uma satisfação saber que mais um português se distinguiu no estrangeio.

Bem hajas!

Mil beijinhosssss

Jose Gonçalves disse...

Sophiamar

Estas informações normalmente passam ao lado de todos nós e como acho que devemos enaltecer sempre que um português vê reconhecido o seu mérito a ponto de ser premiado, isso deve ser partilhado.
Fico feliz por isso. Quanto a ti, desejo-te uma óptima semana que se aproxima, sendo certo que na próxima terça feira deixarei definitivamente de continuar por cá. Vou mesmo emigrar.
Paciência, é a vida.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Sophiamar

Enganei-te sem querer porque dia 5 é quarta feira. Por isso... até lá.
Beijinhos
José Gonçalves

amigona avó e a neta princesa disse...

Zé já me tinha esquecido: aproxima-se o dia 5!!! Fico assim, quietinha, à espera! Sei que tu SABES! Um beijo de amizade...