sábado, 29 de novembro de 2008

OS ROM (POVO)


OS CIGANOS

Os rom, chamados vulgarmente de ciganos, são povos tradicionalmente nómadas, originários do norte da Índia e que hoje vivem espalhadas pelo mundo, especialmente na Europa, sendo sempre uma minoria étnica nos países onde vivem.

São subdivididos em diversos grupos, como os sintos e os caló.

Acredita-se que os Roma têm as suas origens nas regiões do Punjab e do Rajastão, no subcontinente indiano. Eles iniciaram a sua migração para a Europa e África do Norte, pelo planalto iraniano, por volta de 1050.

Os Roma originaram-se de uma casta inferior do noroeste da Índia, que, por causas desconhecidas foi obrigada a abandonar o país no primeiro milénio d.C.. Partiram em direcção à Pérsia onde se dividiram em dois ramos: o primeiro, que tomou rumo oeste, atingiu a Europa através da Grécia; o segundo partiu para o sul, chegando à Síria, Egipto e Palestina. No século XII, os Roma enfrentaram o avanço dos muçulmanos, que invadiram a Índia. Devido a conquista territorial e política dos estados hindus, muitas caravanas ROM partiram para a Europa, Oriente Médio e Norte da África, em uma migração que os Roma chamaram de Aresajipe. O grupo espalhou-se, principalmente, pelo continente europeu: Hungria, Áustria e Boémia, chegando à Alemanha em 1417. Em 1428, encontrava-se na França e Suíça, em 1422 atingia a Bolonha. Em 1500, surgiram os primeiros ciganos ingleses. Os anos de 1555 e 1780 são marcados pelos ciganos por um período de perseguições e intolerância: em vários países foram cometidos actos de violência contra os ciganos.

Caracterizados pelo nomadismo, o modo de vida dos ciganos e suas condições de subsistência são sempre determinados pelo país em que se encontram: os mais ricos são os ciganos suecos e os mais pobres encontram-se nos Balcãs e no sul da Espanha.

Durante a II Guerra Mundial, de duzentos a quinhentos mil ciganos europeus teriam sido exterminados nos campos de trabalho e de extermínio nazistas. Esta realidade começou a ser recuperada pela historiografia apenas a partir dos anos 1970.

Wikipédia



A ETNIA CIGANA

Os ciganos são o maior dos grupos minoritários da Europa, mas também o mais desfavorecido. Pobreza, desemprego e discriminação atingem a comunidade, que se estima ter entre 7 a 9 milhões de habitantes nos Estados-membros da União Europeia. Os 27 querem acelerar a inclusão desta comunidade, até porque a situação contrária também é prejudicial para a Europa, como realça uma deputada húngara do Parlamento Europeu, Lavia Jaroka. “É uma situação tão dramática, não só em termos mentais, económicos e de direitos humanos, mas também em termos culturais. É uma enorme perda para a Europa”, sublinha.

Organizações não governamentais romenas esperam que a cimeira resulte na criação de um departamento responsável pelos problemas desta etnia, no seio da Comissão Europeia, até 2010. Acreditam também que os 27 decidam criar um plano para aumentar a escolarização das crianças ciganas, das quais 50 por cento não terminam o primeiro ciclo do ensino básico.

Da Net



EM PORTUGAL

Há 760 famílias de etnia cigana a viver nos bairros municipais da capital, constituídas por 3.296 indivíduos, o que equivale a 4,3% da população total. “Concluímos que têm mais visibilidade do que expressão numérica”, esclarece Maria Helena Correia, da Gebalis. O levantamento, realizado pela empresa gestora dos bairros municipais, apurou que esta minoria está presente em 38 dos 64 bairros, sendo mais numerosa no Bairro Alfredo Bensaúde (Olivais), Murtas (Campo Grande) e Eduardo Bairrada (Ajuda). Estas famílias foram realojadas entre 2000 e 2004, 40% das quais vieram dos extintos bairros do Vale do Forno, Galinheiras e 2 de Maio (Ajuda). Cerca de 24,1% dos agregados têm seis ou mais pessoas (33% com menos de 15 anos), e 1/4 está sobrelotado.

Estima-se que existam entre 6500 e 7000 ciganos em Portugal com habitação móvel ou residência fixa sem condições de habitabilidade, o que representa entre 16% e 18% da população. A dimensão do fenómeno da precariedade habitacional ligada à etnia cigana foi apurada pelos investigadores Alexandra Castro e André Correia, do Centro de Estudos Territoriais do ISCTE, e foi já divulgada no Seminário Internacional ‘Ciganos, Território e Habitat’. O estudo frisa também o carácter forçado da mobilidade. No encontro foram igualmente apresentados os casos particulares de Aveiro, Mondim de Basto, Coimbra, Lejana de Cima (Faro), Santo Tirso, Lagoa e Barreiro.

(Expresso-05.04.2008)


CURIOSIDADE

Pessoalmente, tenho amigos de etnia cigana com quem me dou bem e que se integraram na sociedade portuguesa, ainda que com muitas reservas e dificuldades. Admiro-os pela coragem de viverem da forma como o fazem, sem sítio certo, sem destino, no fundo sem futuro e marginalizados.

Recentemente, uma amiga enviou-me um documento com o Horóscopo dos Ciganos que eu nem sabia que existia. Nem sei mesmo se ela saberia da sua existência, mas teve conhecimento dele e achou por bem enviar-mo.

Neste aspecto sou um privilegiado, pois recebo diariamente dezenas de emails com notícias e curiosidades. Alguns aproveito, outros nem tanto, até porque não posso publicar todos. Este porém, achei interessante e vou partilhá-lo convosco. Aqui fica pois.



HORÓSCOPO CIGANO

PUNHAL

21 de Março a 20 de Abril

O Punhal é a imagem da luta e vontade de vencer. Representa honra,
vitória e êxitos. Os ciganos também usavam o punhal para abrir matas, sendo
então, símbolo de superação e pioneirismo. A pessoa sob esta influência é
uma pessoa irrequieta, firme e dona de si mesma. Ousada, tem uma
personalidade forte e odeia ser subestimada. Quando isso ocorre, torna-se agressiva.
Ama demais, é fiel e adora sexo. Não é econômica, mas sabe controlar o
dinheiro.
Sai-se bem em desportos, artes marciais e cargos de chefia e liderança.


*******************************************************************


COROA

21 de Abril a 20 de Maio


Relaciona-se ao ouro e a nobreza. É símbolo de amor puro, força,
poder e elegância, o que torna a pessoa desse elemento valorizada e importante.
A pessoa sob esta influência luta pelo que quer, pois a estabilidade
financeira lhe é fundamental. Nasceu para administrar e querer ser dona
do seu próprio trabalho. É fiel no amor, sensível e não suporta que
briquem com os seus sentimentos. Gosta das artes e tem grande criatividade para
trabalhar nesse sector.


*******************************************************************


CANDEIAS

21 de Maio a 20 de Junho


Representa as luzes e a verdade, portanto a sabedoria e a clareza de
idéias.
As candeias eram usadas para iluminar os acampamentos. Também
simbolizam a esperteza e a vivacidade. A pessoa sob esta influência é comunicativa
e tem uma inteligência brilhante fazendo muitos amigos. Adora estudar e
pesquisar, principalmente o que se relaciona com ela mesma. É romântica e nunca
desiste de uma conquista, mesmo que não se envolva por completo. Quando quer
algo, consegue.


********************************************************************


RODA

21 de Junho a 21 de Julho


Por representar o ir e vir e estar relacionada à Lua, pela sua forma
arredondada, as pessoas regidas por este signo tem uma forte ligação
com as mulheres e gestantes em geral. A emoção é a palavra que traduz a sua
maneira de ser. A Roda move a sua vida na alegria e na tristeza. É dócil
tranqüila, mas, quando se irrita, 'sai de baixo!'. É um pouco insegura e tem uma
certa tendência à nostalgia. Ama com intensidade e sente muito ciúme.


******************************************************************


ESTRELA

22 de Julho a 22 de Agosto


A estrela cigana possui seis pontas, formando dois triângulos iguais,
que indicam a igualdade entre o que está acima e o que está abaixo.
Representa sucesso e evolução interior. A pessoa que nasce sob esta influência
é otimista e 'alto astral', nasceu para brilhar. Vive a vida intensamente
e tem um talento especial para atrair as pessoas. Vive rodeada de amigos,
mas tem a mania de querer que tudo seja como deseja. Conseguirá ótimas
oportunidades como atriz, dançarina, modelo, cantora, etc.


******************************************************************


SINO

23 de Agosto a 22 de Setembro


Exatidão e perfeição. Nos séculos passados, o sino era usado como
relógio, e os ciganos associaram-no à pontualidade, à disciplina e à firmeza.. A
pessoa sob esta influência é bastante organizada, ambiciosa, e supera sempre
as suas próprias expectativas. Acha que a vida é para ser aproveitada nos
mínimos detalhes, porém, com consciência e sem exageros. Muito
inteligente, analisa e critica tudo o que está ao seu redor. Dá-se bem a trabalhar
em administração.


*******************************************************************


MOEDA

23 de Setembro a 22 de Outubro


A moeda é associada ao equilíbrio e à justiça e relacionada à
riqueza material e espiritual, que é presentada pela cara e coroa. Para os
ciganos, cara é o ouro físico, e coroa, o espiritual. A pessoa sob esta
influência é sensível, charmosa, vive de amores e sentimentos. Tem de estar
apaixonada sempre. As atenções voltam-se para si facilmente. Tem talentos
artísticos e decorativos. Adora ajudar as pessoas e vive para isso. Razão pela qual
está sempre cercada de amigos e companheiros.


*******************************************************************


ADAGA

23 de Outubro a 21 de Novembro

A adaga é entregue ao cigano quando ele sai da adolescência e ingressa
na vida adulta. Por isso, é associada também à morte, ou seja, às
mudanças necessárias que a vida nos oferece para crescermos. A pessoa sob esta
influência tem um temperamento forte e enigmático, torna-se
irresistível e respeitada. Possui uma mente analítica, percebendo tudo o que está ao
seu redor. Procura sempre aprofundar-se no que está à sua volta, seja no
amor ou no trabalho. Ama de maneira sensual e arrebatadora.


*******************************************************************


MACHADO

22 de Novembro a 21 de Dezembro


O machado é o destruidor de bloqueios e barreiras. Ele simboliza a
liberdade pois rompe com todas os obstáculos que a natureza impõe. A pessoa sob
esta influência tem a liberdade como preferida. Aventureira, jamais
permanece parada num só lugar. É como o vento, que tudo toca, em tudo está, mas
em nada fica. Otimista, até as dores para si são sinais de alegria.
Apaixona-se e desapaixona-se facilmente. Dá-se bem com trabalhos sem rotinas em que
possa aprender sempre.


*******************************************************************


FERRADURA

22 de Dezembro a 20 de Janeiro

A ferradura representa o esforço e o trabalho. Os ciganos têm a
ferradura como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte e a fortuna, e afasta o
azar. A pessoa sob esta influência tem bom senso, às vezes até se
torna séria demais. Tem, então, de se soltar um pouco mais. Raramente,
confia em alguém. Procura amores estáveis e concretos. Pretende casar e ter
filhos. É completamente familiar, ama os poucos amigos que tem e dedica-se
profissão.


*******************************************************************


TAÇA

21 de Janeiro a 19 de Fevereiro

É união e receptividade, pois qualquer líquido cabe nela e adquire a
sua forma. Tanto que, no casamento cigano, os noivos tomam vinho numa única
taça que representa valor e comunhão. A pessoa sob esta influência sente
uma grande preocupação com os assuntos à sua volta. Inteligente, humana,
inquieta, tem vários amigos sinceros. Original, está sempre a inovar.
Vive em busca da felicidade. No amor, aprecia a sinceridade e a fidelidade.


*******************************************************************


CAPELA

20 de Fevereiro a 20 de Março


Representa o grande Deus. É sinal de religiosidade e fé. É o local
onde todos entram em contato com o seu Deus interior e onde desperta a força
e o amor. A pessoa sob esta influência é emotiva, sensível, leal, justa,
espiritualizada e sonhadora. É o próprio amor encarnado. Tem muita
força espiritual e dons para clarividência. Ama cegamente e, às vezes,
desilude-se. É romântica e carinhosa. Quanto ao trabalho, gosta de
tudo o que se relaciona com ajudar o próximo.



Fotos da Net

António Inglês




5 comentários:

elvira carvalho disse...

Já está melhor? Espero que sim.
Belo post este sobre os ciganos.
Quando estava a escrever A Herança, porque o conto referia a presença de ciganos, e porque essa era a alcunha que eu tinha escolhido para o Zé Bento, andei pesquisando sobre os ciganos. E encontrei coisas maravilhosas. Sabe que há na blogosfera uma série de blogues de ciganos, falando deles, das suas vidas e até mostrando os trabalhos deles. Havia um blog que mostrava os quadros de uma jovem cigana, que tinha quadros lindíssimos.
Um abraço e as melhoras.

Entre "aspas" disse...

Um belo post sobre uma grande herança cultural.
Muita pessoas desconhecem o que estes povo sofreram ao longo dos séculos por serem considerados raças minoritárias.
As melhoras.
Bjs Zita

António Inglês disse...

Olá Elvira

Já estou melhorzinho e já ontem fui à rua, embora não o devesse ter feito mas como cá em casa sou o único que conduz, tive de ir às Caldas buscar mulher e filho.
Enviaram-me este Horóscopo Cigano, coisa que não sabia existir e não resisti em partilhar.
Curiosamente, encontro nestes signos motivos de maior identificação quer comigo, quer com minha mulher e até com o meu filho, do que nos outros que conheço.
Interessante o tema e a vida dos ciganos que é uma vida de coragem e muita dificuldade.
Um abraço
António

António Inglês disse...

Olá Zita


É verdade, eu quando estive a pesquisar sobre a vida deste povo fiquei impressionado com o que sempre passaram. As dificuldades actuais eu sabia, mas desconhecia tudo o que passaram anteriormente.
Um beijinho
António

Fatima disse...

A generalidade dos ciganos com que me cruzei, são gente simpática.
Têm uma curiosa história de classe.