sexta-feira, 14 de novembro de 2008

MORREU O ACTOR PEDRO PINHEIRO


Um dos protagonistas da série “Os Malucos do Riso”


“Mais uma figura das artes que nos deixa. Assim, pouco a pouco, vão desaparecendo figuras das nossas artes e o panorama vai empobrecendo. Mais uma vez, vítima de cancro, doença que ataca sem dar pré-aviso, sem olhar a idades ou sexos. Ao que parece, o aparecimento da doença aconteceu nos últimos três meses de vida do actor, pelo que também de forma fulminante”.





O actor Pedro Pinheiro, um dos protagonistas da série de comédia da SIC “Os Malucos do Riso, faleceu ontem à noite em Lisboa, aos 68 anos.

“O Pedro faleceu às 20h15, no Hospital CUF Descobertas, vítima de cancro, de que padeceu nos últimos três meses”, disse Alberto Barreto, citado pelo Diário Digital.

O conhecido actor participou na rodagem do filme “Amália”, o seu último trabalho na área da representação.

O corpo de Pedro Pinheiro vai estar em câmara ardente na Basílica da Estrela a partir das 12h00, o funeral está previsto para amanhã às 12h30 para o Cemitério dos Olivais.

O actor, que este ano completava 45 anos de carreira, participou em vários projectos, mas ganhou notoriedade pública através das novelas “Tudo por Amor” e “Fascínios”; e as séries “Maré Alta”, “A Minha Família é uma Animação” e “Capitão Roby”.

Além da televisão, Pedro Pinheiro era também um dramaturgo. Foi galardoado com o Grande Prémio de Teatro Português, em 2000, com a peça “Encontro com Rita Hayworth”.

Público

Fotos da Net

António Inglês


4 comentários:

elvira carvalho disse...

Não sabia. Não ouvi hoje as notícias. E o panorama artistico de Portugal ficou mais pobre.
Um abraço e bom fim de semana.

Se puder passe pelo Sexta. Hoje eu gostava da sua opinião.

Fatima disse...

António foi uma notícia que recebi com uma tristeza profunda.
Passei muitas horas junto do Pedro, que pacientemente me lia as legendas dos filmes nas tardes de Domingo.
Eu era criança ainda, e o Pedro visitava quase todos os Domingos os tios que eram meus vizinhos e amigos.
Eu lá ia para junto dele, e no intervalo do filme, havia lanche, sempre!
Obrigada Pedro pelos bons momentos que passei junto de ti.
Obrigada António pela homenagem ao Pedro.

António Inglês disse...

Elvira

Pois eu tomei conhecimento sem querer e mais uma vez fiquei chocado.
Penso que momentos depois de ter ficado a saber, vi-o num episódio na televisão e arrepiei-me.
Hoje esta maldita doença, que muitas vezes é evocada como "doença prolongada" desta vez foi fulminante.
É doloroso que o mundo do espectáculo vá perdendo as suas referências e vá ficando cada vez mais pobre.
Um bom fim de semana e um abraço
António

António Inglês disse...

Fátima

Pois esta perda para si será ainda maior, o que lamento. Perder um amigo é sempre doloroso.
Um abraço solidário
António