quarta-feira, 12 de novembro de 2008

1991 - MASSACRE DE SANTA CRUZ



A 12 de Novembro de 1991, no cemitério de Santa Cruz, em Dili, tropas indonésias que ocupavam indevidamente o território de Timor-Leste, dispararam indiscriminadamente contra civis, durante uma homenagem fúnebre a um jovem abatido por elementos daquelas forças. Dezenas de pessoas morreram neste ataque. As imagens deste massacre, ao serem apresentadas nas televisões de todo o mundo, sensibilizaram a comunidade internacional para a dramática situação do povo timorense e contribuíram decisivamente para o processo de independência daquele território.

O Leme





271 MORTOS
278 FERIDOS
270 DESAPARECIDOS.



Para que nunca nos esqueçamos, aqui fica a minha homenagem e a minha solidariedade ao povo Timorense!

Fotos da Net

António Inglês




6 comentários:

Vieira Calado disse...

É bom que as pessoas não esqueçam.
E também se deveria saber quem, realmente, esteve por trás disso.

Obrigado pelo seu incentivo no meu blog.

Um forte abraço

gaivota disse...

o massacre de timor lorosae deveria ser relembrado, é verdade, concordo com o nosso amigo vieira calado,
ai timor, quando uns calam, cantemos nós!
beijinhos, com tristeza

victor disse...

Tenho um amigo, Osvaldo Deleuze, ele é defensor público e esteve no Timor, ajudando a montar o Estatudo da Criança e do Adolescente. Nessa época a situação estava tranquila.

António Inglês disse...

Bom dia Vieira Calado

Era efectivamente bom que se apurasse quem esteve por trás disto, mas creio que a verdade nunca se saberá, embora tenham ficado vestígios.
Um abraço
António

António Inglês disse...

Gaivota

A história está cheia de episódios que jamais deverão ser esquecidos.
A ambição, sempre toldou a visão dos homens. Pior quando essa ambição se alia a interesses escondidos!
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Olá Victor

Antes de mais agradeço-lhe a visita.
O seu amigo teve uma missão meritória, só que foi noutros tempos e parece que em Timor terá servido de pouco.
Um abraço
António