sexta-feira, 2 de maio de 2008

LENDA DOS SETE AIS

*

Esta é uma lenda estranha que está na origem do nome de um local do concelho de Sintra e que remonta a 1147, data em que D. Afonso Henriques conquistou Lisboa aos Mouros.



Destacado para ocupar o castelo de Sintra, D. Mendo de Paiva surpreendeu a princesa moura Anasir, que fugia com a sua aia Zuleima. A jovem assustada gritou um "Ai!" e quando D. Mendo mostrou intenção de não a deixar sair, outro "Ai!" lhe saiu da garganta.



Zuleima, sem lhe explicar a razão, pediu-lhe para nunca mais soltar nenhum grito do género, mas ao ver aproximar-se o exército cristão a jovem soltou o terceiro "Ai!".



D. Mendo decidiu esconder a princesa e a sua aia numa casa que tinha na região e querendo levar a jovem no seu cavalo, ameaçou-a de a separar da sua aia se ela não acedesse e Anasir deixou escapar o quarto "Ai!".



Pouco depois de se instalar na casa, a princesa moura apaixonou-se por D. Mendo de Paiva, retribuindo o amor do cavaleiro cristão que em segredo a mantinha longe de todos. Um dia, a casa começou a ser rondada por mouros e Zuleima receava que fosse o antigo noivo de Anasir, Aben-Abed, que apesar de na fuga se ter esquecido da sua noiva, voltava agora para castigar a sua traição.



Zuleima contou a D. Mendo que uma feiticeira lhe tinha dito que a princesa morreria ao pronunciar o sétimo "Ai!". Entretanto, Anasir curiosa pela preocupação da aia em relação aos seus "Ais", exprimiu o quinto e o sexto consecutivamente, desesperando a sua aia que continuou a não lhe revelar o segredo.



D. Mendo partiu para uma batalha e passados sete dias foi Aben-Abed que surpreendeu Anasir, que soltou o sétimo "Ai!", ao mesmo tempo que o punhal do mouro a feria no peito. Enlouquecido pela dor, D. Mendo de Paiva tornou-se no mais feroz caçador de mouros do seu tempo.



http://lendasdeportugal.no.sapo.pt/distritos/lisboa.h

Texto e Fotos da Net

António Inglês

18 comentários:

Brancamar disse...

Boa noite António,
Lindas imagens de Sintra!
Não vou poder ler agora, mas amanhã volto.
É só para te deixar um beijinho.
Mana Branca

Maria disse...

Esta eu conhecia!!!!!
Finalmente!
Obrigada pela lenda e pelas imagens de Sintra.
Acho o Palácio de Seteais uma das obras de arquitectura mais bonitas que temos.

Um beijinho, António

Carminda Pinho disse...

Sintra, a maravilha verde.
Belas fotografias António.
A lenda já conhecia também, mas é sempre bom relembrarmos.

Beijos

Sophiamar disse...

Bom dia, Mano Tó!

As imagens são sempre escolhidas com muito gosto. A lenda só a leio depois de vir do trabalho. Lá pelas dezassete horas.

Beijinhos

Boa sexta-feira!

São disse...

Sintra é uma das minhas paixões assolapadas!
Quanto te agradeço a teres trazido aqui!
Feliz final de semana, meu amigo!

amigona avó e a neta princesa disse...

Ai, ai!!! Ainda me faltam 5, amigo António!!! Desejo um bom fim-de-semana...

avelaneiraflorida disse...

Amigo António,
uma Lenda para um espaço de maravilha!!!!
Conhecia a lenda..e Adoro todo aquele mundo verde ,pintalgado de tudo o que a vista alcança e cheio de espaços onde as pedras guardam antigos mistérios!!!!
Um Bom fim de semana!!!
Bjkas!!

Lisa's mau feitio disse...

AI!!!

AI!!!

AI!!!

AI!!!

AI!!!

AI!!!

AI!!!

Ai, meu querido, o que eu aqui aprendo de cada vez que cá venho com algum tempo!
Já pensou editar um livro com todas estas crónicas? Um espanto!
Tenho tanto orgulho em me ter cruzado consigo nesta blogosfera imensa! Consigo e com as tias todas, queridas, fantásticas! E com a minha Avó espectacular... Outros testemunhos, outras perspectivas, novas visões... Tanto que aprendo, tanto que me dão! E eu que só tenho consideração e amizade para vos dar... Bem sei que chega, mas gostaria de poder de igual para igual...

Querido Avô, hoje estou aqui feliz e saltitante porque estou em casa dos meus pais com a internet noutra dimensão, ou seja, rápida... Mais rápida do que eu mesma, o que é fant´stico. Aproveitei e iniciei a minha actividade de comentadora por aqui, já que pela net q tenho em casa é uma desgraça desde que mudei o tarifário ou lá o que foi. Nem os da TVTel me explicam, nem os do Kanguru se acusam... :(

Li no meu blog que me deixou um desafio, lá irei por este blog abaixo procurá-lo e é claro que o aceito, mesmo não sabendo do que se trata!
Darei tb uma lidela pelos posts que tenho em atraso, nem que seja na diagonal, voltando amanhã com calma, pq ainda me restam mais 48 horas de felicidade por estes lados do Douro e seu Vale encantado!:)

Espero que tenha passado bem estes dias com feriados pelo meio, ponte e fim-de-semana, que mmo não tendo terminado, corre como um louco!
espero tb que a sua esposa, Lídia, esteja bem!

Mando beijinhos para todos!

Agora vou em busca do desafio e copiar o post para o word, pois indo embora daqui, não sei qdo poderei voltar a ler as suas palavras...

Mil carinhos, mil mesmo!!

Lisa
:)

Filoxera disse...

O que não está certo é que, até para se ter acesso a estas maravilhas de Portugal, tem de se ter margem económica para custear uns ingressos que não são acessíveis a todos...
Um beijinho.

António Inglês disse...

Branca

Só hoje vim aqui responder aos comentários que me deixaram. Vi que passas-te por cá. Ainda bem.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Maria

Pois, estou a seguir a ordem que tirei da Net e por isso, umas são novas, outras já as conhecia também.
Sintra é lindíssima.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Carminda

Sintra sempre foi um dos meus amores e fez parte do roteiro das voltinhas de fim de semana. Ia pela marginal e voltava a Lisboa por Sintra, não sem antes me satisfazer a comer um belo "travesseiro".
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Isabel

As imagens é fácil escolher pois existem inúmeras pela Net.
É apenas uma questão de gosto, nada mais.
Beijinhos
António

António Inglês disse...

São

Quem não gosta de Sintra, minha amiga?
Só tem um contra, para viver é demasiado húmida. De resto é linda.
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Amigona

Pois eu quando começo são pelo menos duas horas só em visitas...
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Avelaneiraflorida

Se aqueles cantos e recantos falassem... provavelmente não contariam a ninguém porque eu também não...
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Lisa's


Seja bem aparecida. O que vale é que a menina de cada vez que aparece, bota discurso, e eu gosto de a ler.
Fico pelo menos com a certeza de que perdeu algum tempo com este seu avô.
Deixo-lhe um beijinho e irei ver as suas respostas ao desafio.
António

António Inglês disse...

Filoxera

Esse é o estado das coisas em Portugal. Mesmo assim o IPAR vai recuperando muitas coisas mas muitas outras deixa cair, o que é pena.
Beijinhos
António