quarta-feira, 19 de março de 2008

NESTA PÁSCOA FAÇAMOS O MILAGRE DA AMIZADE!

*

Procurei fazer uma mensagem de Páscoa bem bonita e cheia de carinho, para que pudesse homenagear a amizade que nos une a todos.
Pensei em algo simples, pois meu desejo é um só: Fazer desta época, uma época de paz e amor...
Este é um tempo de renovação que nos faz repensar a vida.
É a vida agitada que nos deixa um pouco de fora da vida dos amigos, e no nosso dia-a-dia parece que não nos sobra tempo para dizermos o quanto os amigos são importantes para nós...
Por isso, senti hoje necessidade de o dizer... largar tudo o que estava a fazer e deixar-vos esta mensagem...
A vossa amizade é preciosa para mim e vocês estarão sempre num lugar especial dentro do meu coração.
A Páscoa é amor, é fraternidade, é União..
O meu desejo, é que sua Páscoa seja muito feliz e que eu possa continuar tendo uma amizade tão especial como é a sua! Tentei fazer sentir-vos o quão é importante ser amigo.
Cuidado com os doces e não se esquecem que o doce da alma é mais valioso que o doce dos ovos de chocolate e amêndoas.
Aqui fica a minha mensagem então.



"OS MILAGRES DA AMIZADE...”


A amizade torna os fardos mais leves, porque os divide pelo meio.A amizade intensifica as alegrias, elevando-as ao quadrado na matemática do coração. A amizade esvazia o sofrimento, porque a simples lembrança do amigo é alívio. A amizade ameniza as tarefas difíceis, porque a gente não as realiza sozinho. São dois cérebros e quatro braços agindo. A amizade diminui a distância. Embora longe, o amigo é alguém perto de nós. A amizade enseja confidências redentoras: problema partilhando, percalço amaciado; felicidade repartida, ventura acrescida. A amizade coloca música e poesia na banalidade do quotidiano. A amizade é a doce canção da vida e a poesia da eternidade. O amigo é a outra metade da gente. O lado claro e melhor. Sempre que encontramos um amigo, encontramos um pouco mais de nós mesmos. O amigo revela, desvenda, conforta. É uma porta sempre aberta, em qualquer situação. O amigo na hora certa é o sol ao meio dia, estrela na escuridão. O amigo é a bússola e a rota no oceano...porto seguro da tripulação. O amigo é o milagre do calor humano que DEUS opera num coração..


"José Ivaldo de Amorim"




António Inglês
20 de Março de 2008

30 comentários:

Maria disse...

Coloquei uma foto da tua (nossa) baía no meu blogue...
Desculpa não te comentar, estou sem cabeça, sem palavras, foi-se embora um amigo da blogosfera, o António Melenas....

Beijinho

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido amigo António, linda postagem e dedicatória a todos os amigos... A amizade é muito importante para mim!
Agradeço-te do fundo do meu coração a parte que me toca... Tu estás dentro dele.
Uma Santa Páscoa para ti e toda a família.
Beijinhos de enorme carinho.
Fernandinha

Lisa's mau feitio disse...

Avô!!!

Ouvi dizer que anda de mal comigo, que não o visito e tal!!!!

Visito sim!!! Mas n comento!!! N comento quase ninguém, ando cheia de trabalho... Não calcula, não calcula!!!

Cá vim a tempo de lhe dizer que tem amigos, tem tesouros vondouros (diz a minha Mãe!!).

Vai de férias, li ali na Avó!!!
Boas férias!!!

Quinta-feira tb eu vou!!!

:)

Mil beijinhosssssssssssssss

António Inglês disse...

Lisa's Mau Feitio

Ora viva minha neta.
Não sei como sabe essas coisas mas...
não faz mal.
A verdade é que li algumas vezes em alguns blogs, palavras suas em que dizia que : agora vou ali ao avô! e de visita ao avô, raspas...
Não percebi bem o porquê disso mas a cabecita dos jovens é por vezes difícil de decifrar.
É verdade que tenho amigos, pois claro,e a minha querida também os fez, só que andou a tentar perdê-los...
Vou de férias de Páscoa na quinta feira efectivamente e será até segunda da semana que vem, por isso não irei andar por aqui.
Também lhe queria dizer que já tenetei entrar de novo no seu blog, mas como lá vem escrito que não fui convidado para visitar aquele blog, que só está aberto a quem é convidado, pensei mesmo que esse facto aliado ao outro da falta de visitas VISIVEIS, sem comentários, era o sinal de que me deveria remeter ao silêncio e foi o que fiz.
De qualquer forma desejo-lhe uma Páscoa muito feliz na companhia de sua filha e restante família.
Boas férias também para si!
António Inglês

António Inglês disse...

Maria

Já fui ao teu cantinho comentar e ver essa foto. Esta Baía merece tudo isso.
Lamento o que se passou com o António Melenas. É o ciclo normal da vida mas as coisas poderiam ser bem diferentes. Há partidas que são antecipadas e que não estão programadas. Não deveriam de acontecer, mas é a vida. Que descanse em paz.
Beijinho
António

António Inglês disse...

Fernandinha

Se queres que te diga fiquei agora com uma "branca".... é que eu acho que fui ao teu blog desejar-te uma Santa Páscoa mas sinceramente já não me lembro...
Coisas do meu amigo alemão. Se não fui lá irei de seguida, mas desejo-te uma Santa Páscoa na companhia de quem mais amas.
Um grande beijinho
António

Sophiamar disse...

Que Jesus Cristo Ressuscitado vos traga tanta alegria como a que eu tenho neste momento.
Sejam felizes!

Beijinhos, abraços mil. Felicidades!

Bos Viagem!

Maria Clarinda disse...

E que bom Sentir a Amizade!!!!Obrigada Amigo. Uma Páscoa linda para ti também!

aramis disse...

Meu querido amigo, realmente não posso mesmo de deixar 1 dia sem passar aqui... mas que postagem mais bonita!
Hoje em especial Dia de S.José e DIA DO PAI, segue daqui um beijinho e um xicoração muito grande para o Paizão Tó! Que Deus te abençoe e que continues a ser "aquele PAI" que tens sido até agora...

Hoje rezarei por ti,

Rakel Macedo disse...

Além de querer desejar uma Boa Páscoa, quero desejar um Feliz Dia do Pai!!

:)

Beijinhos muito grandes e obrigado por tudo

Brancamar disse...

Acabei de ler um comentário neste post que me incomodou um bocadinho. Então é assim, se a Lisa Mau Feitio achou que o avô estava de mal com ela por alguma coisa que leu por aí noutros lados é coisa sua e não sei se conversa com mais alguém, mas minha querida Lisa se é pelo que conversaste comigo há dois dias, o que eu te disse foi que o avô estava triste e não de mal contigo, também não te disse que era por o não visitares, mas sim porque te esqueceste dele, ao que tu me disseste que não o comentaste porque estavas a falar comigo na altura, blá,blá e que o ias fazer, até me pediste para lhe dizer se o visse online, mas não vi nesse dia, nem ontem.
Esta explicação é mais aqui para o António, só para ele não julgar que te andei a dizer que não o visitavas. Para ti só deixo um aviso quer em relação a este comentário quer em relação aos que deixas no meu blog, tem cuidado que não penses que vens agora criar problemas entre as amizades estáveis que já tinhamos estabelecido. Ou começas a jogar limpo e já te dei até agora oportunidade para isso ou é melhor desistires.Cuidado com o limite até onde levas o faz de conta...não tenho muito interesse que vás ao meu sítio fazer ciumezinhos bacocos aos outros, brincar tudo bem, entrar no campo da criancice e ultrapassar limites é melhor cresceres e depois apareceres.Pode ser uma brincadeira para ti utilizar a frase "Ouvi dizer que anda de mal comigo...", mas para o António que tem outra sensibilidade e leva tudo muito a sério não será.
Desculpa António de utilizar o teu espaço, mas esta resposta tinha que ser dada aqui, porque por nada deste mundo vou perder a tua amizade ou a tua confiança por causa de uma miúda que anda por aí a saltitar e que leva isto tudo a brincar.
Um boa Pàscoa para ti.
Ainda volto logo para comentar o post, que é importante que leia, mais importante que perder tempo com brincadeiras que ainda não entendemos até onde querem ir.
Beijinhos
Branca

elvira carvalho disse...

Em fim de dia do pai desejo que o seu da tenha sido um dia maravilhoso, e dizer que este é um belo post, porque a amizade é das coisas mais bonitas que o mundo tem.
Um abraço

Lisa's mau feitio disse...

Bom dia Avô!

Bem, ainda bem que vinha aqui deixar uma mensagem por ter sido dia do Pai e ainda bem que reli este post, pois vejo que algo se gerou a partir do meu comentário que não teve qqer intenção negativa...

Passo a explicar, qdo eu escrevi no comentário "ouvi dizer", claro que me referia ao que a tia branca me havia referido, mas como não não vi mal nisso, escrevi desse jeito, não pensando sequer no sentido comum ou habitual que se dá à expressão "Ouvi dizer" como estando relacionada com intrigas.
O meu "ouvi dizer" foi como que em brincadeira, jamais com outro sentido. Asseguro que sim. Foi com o tom de brincadeira, como quem se entende bem a falar... Jamais teve outra intenção.

Qto ao resto, eu sempre vim ler o Avô, como disse aqui e como disse numa noite em que estive c a tia Branca no MSN, mas efectivamente não comentei porque qdo voltei a ler blogs o post do AvÕ (entre outros q eu tinha em traso) era sobre cancro no colo do útero e eu queria reler muito bem e comentar com jeito, já que é assunto que me diz e lembra coisas sérias e graves. E na altura cheguei mmo a comentar c a tia Branca e também em brincadeira, que o Avô blogava à velocidade da luz e q os posts eram muito grandes para eu comentar enqto estava no msn com ela. Não vejo mal nisso, pois sempre perguntei por si,sempre o respeitei, sempre falei de si com respeito.
E de resto, sempre vim lê-lo, mas de facto comentar não comentava pq me exigia mais tempo para reler os posts e para me envolver nos assuntos que abordava. Na Avó e na tia branca eu passava com mais ligeireza, de facto, deixava um beijinho... Talvez o devesse tb ter feito aqui, mmo n me referindo aos posts, mas como já disse, qdo li o post que me tocou, fiquei parada nele, li-o, mas n comentei pq n queria ser leviana no assunto e estava com a tia Branca no msn, momento que queria aproveitar tb, entre a gestão do momento de boa disposição que passava c ela e o Word, onde trabalhava.
Gerou-se aqui algum mal entendido, talvez pq em palavras não se escuta o tom de voz. Quero acreditar nisso.
Lamento que achem que as minhas palavras tiveram outra intenção para lá destas que aqui explico.
Acho que consegui esclarecer. Falta talvez o tom de voz, a tonalidade para ser "ler" qdo escrevemos a rir ou a brincar... Mas tenho a sinceridade destas letras que espero que sejam compreendidas. Só desejo mesmo isso.
Jamais de outra forma ou com outra intenção eu iria intervir aqui ou em q blog fosse.


Beijinhos grandes e com o carinho de sempre.

Lisa
:\

Brancamar disse...

António,
Esta tua mensagem sobre a amizade é lindíssima, tão linda que depois de a ler fiquei envergonhada por ter perdido as estribeiras atràs. Não é meu costume, tenho que deixar de escrever a horas tardias...para não me faltar a lucidez. O silêncio é sempre a melhor resposta e os verdadeiros amigos reconhecem-se sempre, não precisam de palavras para confiarem uns nos outros, para estarem sempre de coração aberto.
Beijinhos

Filoxera disse...

Obrigada.
Uma óptima Páscoa para si também, tal como para toda a família, docinha e cheia de amor.

Brancamar disse...

Olá António,
Vejo que voltaste e espero que tenhas tido umas óptimas férias e Boa Páscoa.Já por várias vezes tinha vindo ver se tinhas publicado o meu segundo comentário, porque há um outro comentário que quero aqui deixar em relação ao meu mau entendido publicado acima, com a minha sobrinha e tua neta Lisa Mau Feitio. Só agora li a explicação que a "miúda" aqui deixou e ela própria mandou-me um e-mail a explicar de forma mais clara que não teve a intenção que eu lhe dei e acabamos por nos entender porque realmente teria sido desnecessário.
Continuo uma tia babada e ela uma sobrinha meiga e querida.
Talvez pelas confusões anteriores no seu blog me tenha precipitado, mas cada um sabe de si e ela lá tem as suas razões. O que importa é que está tudo bem e quando está tudo bem, tudo acaba em festa.
É assim com paz e bom entendimento que gosto de me sentir.
E para ti fica a minha alegria de te ver regressar.
Beijinhos

Joaninha disse...

Espero que a Pascoa tenha sido boa, Já está de volta?
Um abraço

big river disse...

A Páscoa é amor, é fraternidade, é União..dizes tu e eu acrescento nem que nesta pascoa chova faça vento me coloquem numa casa numa encosta sem acesso de carro,praticamente sem agua quente,nem chaves na porta e que chova no churrasco,nem que me corte e vá ao centro de saúde altas horas da madrugada.... gosto da Páscoa e dos Amigos
Um abraço pó Lacerda
do amigo Luis

António Inglês disse...

Isabel

Que estás feliz eu sei. Que esta Páscoa foi das melhores da tua vida também sei.
Que a vida vos traga tudo de bom.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Maria Clarinda

Obrigado pelas suas palavras.
Um abraço
António Inglês

António Inglês disse...

Aramis

Fico-te grato por teres rezado por mim e acredita que te incluo a ti e aos teus nas minhas preces também.
És uma amiga especial mesmo.
Um grande beijinho e quero saber de novidades de teu pai.
António

António Inglês disse...

Rakel

Espero que tenhas passado uma óptima Páscoa na companhia dos teus mais queridos.
António

António Inglês disse...

Mana Branca

Hoje já estamos ambos na posse de dados mais eloquentes que nos ajudam a fazer um juízo mais ajustado ao que a "nossa" Lisa quis dizer.
Por isso, está tudo bem.
Um abraço e um beijinho
António

António Inglês disse...

Elvira

Foi um excelente dia do pai. Lembrei-me do meu mas não preciso deste dia para dele me lembrar.
Faz-me muita falta.
Um abraço
António

António Inglês disse...

Lisa

Tudo dito e tudo explicado.
Tudo está bem quando acaba bem.
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Mana Branca

São coisas que acontecem e realmente vi como reagiste, mas neste momento tudo está esclarecido.
Um grande beijinho
António

António Inglês disse...

Filoxera

Fique bem e que tudo de bom aconteça na sua vida.
Um abraço
António

António Inglês disse...

Branca

Pois continuo a dizer-te o mesmo que já te disse anteriormente.
Tudo se esclareceu e tudo está bem quando acaba bem.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Olá Joaninha

A minha Páscoa foi excelente e já estou de volta mesmo.
Vai ter de me aturar de vez em quando.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Big River

É pá ficas-te com uma óptima recordação das férias da Páscoa não haja dúvida.
Mas se te lembrares bem o pior nem sequer foi tudo isso que descreves-te... pois não?
Perder uma taça que já pensavas ganha ainda doeu mais... ou não?
Um abraço cá do Lacerda...
António