quarta-feira, 19 de novembro de 2008

...A CRISE É MESMO SÓ PARA ALGUNS!!!


... e a crise, ainda que instalada no mundo inteiro, é mesmo só para alguns! Senão vejamos esta última viagem deste gigante dos mares e dos preços praticados nesta derradeira jornada.

Recordo-vos que 35 mil euros representam 7500 contos em moeda antiga portuguesa! Crise??? Onde??? No meu bolso...



O ÚLTIMO ADEUS A LISBOA



Queen Elizabeth II’: Derradeira viagem do mais famoso navio de cruzeiro




O‘Queen Elizabeth II’ despediu-se de Lisboa, na derradeira viagem, com lotação esgotada, tendo os camarotes mais caros atingindo os 35 mil euros. A capital portuguesa é, depois de Southampton, no Reino Unido, e Nova Iorque, a cidade que mais vezes acolheu o mítico navio – onde viajaram a rainha Isabel II, o antigo presidente da África do Sul Nelson Mandela mas também 3500 soldados que participaram na Guerra das Malvinas, em 1982, e 500 náufragos recolhidos do cruzeiro francês ‘Antilles’ em 1971.




Foram mais de 500 as vezes que o navio de cruzeiro atracou em Lisboa, sendo que a primeira vez foi numa viagem experimental, a 28 de Abril de 1969', recordou ontem Bruce Dawson, presidente da companhia de navegação Garland, aquando da troca de presentes com o comandante do navio, Ian McNaught, que confessou: 'O mais difícil será regressar sem o navio.'



'Uma viagem de adeus' é a expressão mais forte com que os 2700 passageiros e tripulantes explicam os sentimentos vividos. 'Dá-nos muito prazer estar aqui, mas ao mesmo tempo é triste', disseram Neville Rudram e Jane Eeles, uma casal de sul-africanos que se deslocou até ao Reino Unido para viajar pela segunda vez no mais velho transatlântico em serviço. Empregado no restaurante Lido do navio, Pelayo Lorenzo, de 65 anos, é o mais velho funcionário. Para este espanhol das ilhas Canárias, 'trabalhar 26 anos no navio é fazer parte de uma história de fama e de glória'.



Com os olhos cravados num quadro de Nova Iorque, onde o ‘Queen Elizabeth II’ figura junto das Twin Towers e de um Concorde, o relações públicas, Thomas Quinones, recorda o fim do avião supersónico em 2003 e a destruição das torres, em 2001. No final acrescenta: 'Agora é tempo de dizer adeus ao ‘Queen Elizabeth II’'.



NAVIO ENCALHOU À SAÍDA DE REINO UNIDO

A viagem do ‘Queen Elizabeth II’ começou terça-feira no Reino Unido com um pequeno incidente. O navio de 70 mil toneladas encalhou num banco de areia ao largo da ilha de Wight e teve de aguardar a subida da mar para ser libertado por cinco rebocadores. Entre os passageiros, o atraso de 15 minutos devido ao banco de areia não foi notado. John e Jane Robertson disseram estar a 'viver a viagem de uma vida num ambiente formidável'. Em Lisboa durante sete horas, o casal inglês aproveitou para passear e conhecer Sintra e Cascais. O navio partiu rumo a Gibraltar com o Dubai por destino final, no dia 27.



OUTROS DADOS

41 anos celebrou o navio a 20 de Setembro. Isabel II foi madrinha de baptismo do segundo navio criado em homenagem à sua mãe.



3 milhões de passageiros transportados no navio que servirá de hotel flutuante no Dubai após ser vendido por 62 milhões de euros.



26 viagens à volta do Mundo, seis milhões de milhas náuticas e 806 travessias do Atlântico fazem parte do palmarés do navio.



Fotos da Net

Fonte CM

António Inglês


6 comentários:

Maria disse...

Obviamente que isto é uma afronta.
Mais ainda porque estamos (e estamos, de facto), numa tremenda crise económica e financeira. Que atinge uns mais do que outros, mas que acaba por atingir todos, mais tarde ou mais cedo.
Enfim, sabemos que há gente que não se preocupa com o vizinho, vamos ver o frenesim que vem por aí na época do Natal. As pessoas não pensam, ou pensam pouco.
Espero bem que na blogosfera se faça um movimento generalizado anti-consumista...
Solidariedade é precisa!

Um beijinho, António

elvira carvalho disse...

E pensar que esse dinheiro dava para alimentar milhares de pessoas...
Um abraço

Filoxera disse...

Bom seria se todos pudessem, ao menos uma vez na vida, fazer semelhante viagem...
Beijinhos.

António Inglês disse...

Maria

Acho que valia a pena aproveitar a tua sugestão para um movimento anti-consumista, generalizado na blogosfera.
A ideia agrada-me e vamos deitar mãos à obra, que dizes?
Nos tempos que correm é preciso mais uma vez alertar as consciências.
Um beijinho
António

António Inglês disse...

Elvira

Pois dava e de que maneira!
Um abraço
António

António Inglês disse...

Filoxera


Creio que uma viagem destas faria parte do sonho de muitos portugueses.
Nos tempos que correm não passaria de uma miragem....
Um abraço
António