segunda-feira, 10 de março de 2008

NOVO CANCRO DA MAMA

*
“O Cancro da mama é um dos flagelos da mulher e até do homem. Pela sua importância e porque nunca é demais alertar para os perigos reais, resolvi hoje fazer três postagens sobre a matéria.

Vários foram os Email's que recebi durante o fim de semana sobre o assunto, e assim decidi partilhá-los, tendo igualmente feito uma ligeira pesquisa pela Net para uma maior e mais completa informação. É preciso estar alerta que o problema é grave”.

António Inglês



Identificado novo marcador genético do cancro da mama


Um grupo internacional de cientistas anunciou que identificou um novo marcador genético do cancro da mama, segundo um estudo publicada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences. De acordo com os cientistas do Centro de Oncologia Sloan-Kettering e do Instituto Nacional do Cancro, as mulheres com essa variante do ADN correm 1,4 vez mais risco de sofrer de cancro da mama que as que não têm. «Estes resultados são promissores porque revelam um novo caminho molecular que poderia estar ligado ao cancro da mama», disse Kenneth Offit, director do estudo.
A pesquisa ocorreu com um novo método que distingue as variações genéticas do genoma e que alteram a fisionomia individual do ADN. Segundo os cientistas, estas alterações são mais frequentes em indivíduos com certo tipo de doenças.





Embora o risco vinculado a este marcador seja menor que o de outras mutações genéticas, a descoberta aumentará o conhecimento sobre as variações que contribuem para o cancro da mama, indicaram os cientistas. Offit acrescentou que o novo marcador genético não terá implicações clínicas imediatas ou algum impacto nas pautas para determinar a existência de cancro da mama. "Estes resultados são entusiasmantes porque nos mostram novas vias moleculares que podem estar associadas ao cancro da mama", disse o coordenador da investigação Kenneth Offit, do MSKCC.




O estudo seguiu uma metodologia de mapeamento do genoma (GWA) que observa, ao longo de todo genoma, as variações que alteram os blocos de construção que participam na fisionomia individual do DNA. Segundo os investigadores, estas alterações ocorrem com mais frequência em indivíduos com determinadas doenças. Durante a investigação, a equipa descobriu uma localização específica de um gene no cromossoma com efeito no desenvolvimento de cancro da mama.




De acordo com os cientistas, embora o risco associado a este marcador genético seja muito inferior ao das mutações genéticas BRCA, esta descoberta contribui para um melhor conhecimento das variações genéticas relacionadas com o cancro da mama.
"Este marcador genético não vai ter implicações clínicas imediatas. O teste para este marcador não está disponível para o público e o exame vai continuar a ser feito apenas no âmbito de trabalhos de investigação",
afirmou Offit.




Fontes:

Texto: Email recebido /Lusa / Net

Fotos: da Net

António Inglês 10 Março de 2008

22 comentários:

Sophiamar disse...

Um tema a que ninguém pode ficar indiferente. A sua disseminação será tanto menor quanto maior for a prevenção.
Um excelente post que faz do teu blog um ponto de passagem obrigatória.

Bem hajas, grande amigo.

Beijinhossssss

Carminda Pinho disse...

E poque nunca é demais avisar, obrigada por estes posts.

Beijos

elvira carvalho disse...

Um muito bom post sobre um flagelo que pode atingir qualquer um, inclusive os homens.
Um abraço e obrigada por este trabalho de pesquisa.

Belisa disse...

Olá!

Chegou hoje o dia
Da visita prometida
E quero que sorria!
E fique bem co’a vida!

Fique feliz, Boa semana!

Beijinhos estrelados

Brancamar disse...

António,
Que dia tive! Tão cheio de trabalho e urgências, que até adormeci sem vos vir visitar...mas está tudo bem amigo. Só consegui deixar umas palavrinhas na Lisa Mau Feitio quando cheguei a casa porque fiquei perplexa com o facto de de repente ver a decisão dela, procurei por todo o lado até encontrar o que queria perceber e enfim...nem vale a pena comentar...
Logo hoje que só pude vir aqui agora...
Amanhã falo do teu post.
Deixo-te um beijinho

Maria disse...

A única coisa que te consigo dizer é Obrigada, António. Dezenas de vezes Obrigada....

Beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amigo António, parabéns pela belíssima postagem... Foi necessário muita pesquisa!
Peço desculpa pelo descaramento, mas, penso que o meu querido amigo Zé, apenas retirou os óculos.
Beijinhos de muito carinho e amizade.
Fernandinha

António Inglês disse...

Sophiamar

Obrigado pelas tuas amáveis palavras.
Como dizes, este assunto tem mesmo de ser encarado e falado de frente por forma a que cada vez mais gente tenha conhecimento dele e possa ter uma atitude de prevenção que é importante.
Beijinhos
António Inglês

António Inglês disse...

Carminda

Tudo o que se faça e diga é pouco para ajudar a que cada vez mais se tenha conhecimento deste flagelo que ataca homens e mulheres, embora as mulheres sejam mais sacrificadas com ele.
Um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

Elvira

É bom ir-mos sabendo cada vez mais coisas a este respeito par uma melhor e mais eficaz prevenção.
Um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

Olá Belisa minha querida
Bem vinda ao meu cantinho
Sua falta era sentida
Pela amizade e p'lo carinho!

Que a vida lhe esteja a sorrir são os meus votos... estrelados...
Que falta me fazia essa palavra...
Um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

Brancamar

Pois minha amiga, também eu fiquei perplexo com aquele diálogo tão frio, tão estúpido da parte de alguém que só tinha que desligar se não lhe agradava o convívio.
Enfim, são os imponderáveis de quem está de peito aberto e se mostra tal como é.
Deixo-te um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

Maria

Obrigada porquê?
Isso não é para nós minha amiga. O meu cantinho tornou-se um local de informação que pretendo seja útil para todos nós, e se o faço é porque ma dá prazer, daí que não tens de me agradecer.
Deixo-te um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

Fernandinha

Foi a máscara, minha amiga, foi a máscara que o Zé tirou, porque infelizmente óculos fazem-me muita falta para ler ao perto.
Um grande beijinho
António Inglês

Vera disse...

António Parabéns pelo excelente post e Obrigada, em nome de todas as Mulheres, seguramente!

Beijo

Vera

António Inglês disse...

Vera

Obrigado pela visita e pelas simpáticas palavras.
Volte sempre que lhe apeteça.A porta está aberta.
Um beijinho
António Inglês

amigona avó e a neta princesa disse...

Desde anteontem que não podia comentar (que sufoco!)...voltei a reler, amigo...obrigada pela tua informação...quanto à nossa "neta" não sei que dizer, NÃO SEI MESMO!!!

Beijinhos...

São disse...

Obrigada, António, por esta divulgação!
Bem hajas, Amigo!

António Inglês disse...

Olá Amigona

Bom regresso. A Net tem andado mal e eu também senti algumas dificuldades que estão ultrapassadas, creio.
Quanto à nossa neta... estou banzado, nada fazia prever um desfecho destes.
Nem nunca pensei que uma miúda com a força e alegria que ela tinha se deixava ir abaixo desta maneira.
Pode ser que afinal toda aquela força fosse apenas uma fuga para a frente... quem sabe.... mas tenho pena. Começava a ser giro.
Um beijinho
António Inglês

António Inglês disse...

São

Minha amiga, não tens de agradecer, foi de boa vontade e aqui para nós que ninguém nos ouve, estou a juntar o útil ao agradável, ou seja, por um lado gosto de colocar postagens com utilidade, por outro está a ser interessante a pesquisa de textos e fotos.
Um beijinho
António Inglês

big river disse...

Um tema que infelizmente tem atacado muitas amigas minhas que aqui no Municipio de Rio Maior trabalham,mulheres muito jovens que tem encarado a sua doença com uma força inacreditavel. Para todas elas muita força e esperança que brevemente haja a respectiva cura.
um abraço de luis agostinho

António Inglês disse...

Big River

Estes problemas estão cada vez mais a atacar as mulheres sem olhar a idades.
E não só estes, outros que nos tempos que correm têm vindo a ser frequentes, estão a parecer cada vez mais cedo a homens e mulheres.
Por isso é preciso prevenir, e dar força também a quem tem de passar por eles.
Que essas tuas amigas aí da Câmara tenham a solução possível e que a vida lhes dê tudo de bom.
Um abraço
António Inglês