terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Portugal é pioneiro em reutilizar pneus


A ideia de utilizar Betume Modificado com Borracha para pavimentar estradas salvaguarda o ambiente, reutilizando borracha velha, mas também diminui o ruído nas estradas e aumenta a segurança dos carros.
Há cada vez mais estradas a ser pavimentadas com asfalto feito de pneus velhos, cuja reutilização dá origem a um betume com características elásticas chamado Betume Modificado com Borracha (BMB). Para além de ser um conceito original, é uma ideia amiga do ambiente porque reduz significativamente o ruído nas estradas e aumenta em muito a segurança e a aderência dos carros.



A ideia foi apresentada por Portugal à Europa em Abril deste ano, na Eslovénia, pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), através da investigadora Maria de Lurdes Antunes. 'Neste aspecto, Portugal é pioneiro, mas o nosso projecto ao nível europeu, que vai começar agora, é criar uma grande base de dados de técnicas de pavimentação, entre vários laboratórios, para que os países com menos experiências na área possam começar a aplicar estas técnicas', explicou ao CM a investigadora.
Em Portugal, já são várias as estradas que são pavimentadas com esta substância. De acordo com estudos feitos na área, em algumas estradas registaram-se reduções de ruído de nove decibéis na camada de pavimento com betume com borracha.


Uma das principais empresas nacionais responsáveis por este sucesso é a Recipav, que produz e aplica o BMB. De acordo com o LNEC, embora esta seja uma opção mais cara, é muito mais durável. No entanto, a empresa Recipav esclarece que, em geral, 'os custos de construção com este tipo de betume são menores, quando comparados à construção de pisos convencionais'.


Numa estrada em que seja utilizado o BMB é possível reutilizar 4 mil pneus, por quilómetro, para uma largura de 12 metros e uma espessura com 4 centímetros. Desde que se lançou neste mercado, em 1999, a Recipav já forneceu vinte mil toneladas de BMB e pavimentou 370 quilómetros de estradas, reutilizando, assim, 1,2 milhões de pneus. O pavimento pode ser experimentado, por exemplo, na estrada Consiglieri Pedroso, em Queluz de Baixo, Barcarena. A segurança e a aderência são maiores e o ruído é mais suave. Para isso, foram aproveitados 1500 pneus.



O QUE É

O Betume Modificado com Borracha (BMB) é um betume com características elásticas, conferidas pela incorporação de borracha reciclada de pneus, sendo um elemento determinante em soluções de pavimentação rodoviária. Tem inequívocas vantagens técnicas, económicas, ambientais e também sociais.



PNEUS

Se for utilizado BMB para pavimentar uma estrada, por quilómetro, é possível reutilizar 4 mil pneus, para uma largura de 12 metros e uma espessura de 4 centímetros. A empresa Recipav já reutilizou 1,2 milhões de pneus.

Comentário:

Ora até que enfim, somos pioneiros em alguma coisa. Pelo menos na recuperação de borracha.

Fonte: Correio da Manhã

Fotos da Net

António Inglês


1 comentário:

Sophiamar disse...

Sempre a aprender. Desconhecia que os pneus eram reutilizados e muito menos com este fim.
Foi bom sabê-lo por ti.

Gosto muito dos teus posts embora a minha passagem seja bastante irregular.

Um Santo e Feliz Natal para todos vós.

Beijinhos