segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

NATAL EM SÃO MARTINHO DO PORTO, 2008


As crianças de São Martinho do Porto viveram ontem a sua festinha de Natal pelo segundo ano consecutivo, no Gimno Desportivo da Vila, numa organização conjunta da Assembleia e Junta de Freguesia, este ano também com a colaboração da Câmara Municipal de Alcobaça.

Queiramos ou não, a verdade é que a crise e o mau tempo que se fez sentir, não nos trouxe desta vez, a afluência esperada, que o ano anterior prometeu.

Porém, as quase cem crianças com as respectivas famílias, num total aproximado de quatrocentas pessoas, ficaram agradadas com o evento e a participação activa dos miúdos com as palhaças numa interacção brilhante, foram a nota dominante desta Festa.

Durante o evento foram dedicadas aos presentes, algumas palavras de Boas Festas proferidas pelo Presidente da Junta de Freguesia de São Martinho do Porto, Comandante Antunes Pereira, pelo Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Dr. Gonçalves Sapinho, pelo Pároco da Freguesia, Padre Joaquim, pelo representante da Assembleia de Freguesia, Dr. Ernesto Feliciano, e em nome da organização, por mim próprio, sem que o protocolo tivesse sido respeitado, mas onde o espírito natalício foi mais importante que tudo.

Foram menos de metade dos participantes do ano anterior, mas os que tiveram a coragem de enfrentar uma tarde chuvosa e de forte ventania, gostaram do que viram, principalmente a criançada que deu mostras da sua alegria durante o espectáculo, ora batendo palmas, ora gritando aos apelos da Palhaça Fru-Fru, ora pulando no insuflável, e acabando com as caritas pintadas pelas duendes. A magia esteve presente e o Pai Natal não teve descanso pois andou numa roda-viva com os garotos que não o largaram e se fartaram de passear pelo recinto às “cavalitas” do pobre Pai Natal.

O espectáculo terminou com a intervenção dos Palhaços Kaki e Pintarolas que no seu número alegre e bem disposto envolveram miúdos e graúdos, encerrando em beleza esta tarde-noite de festa natalícia.

Independentemente de algum desalento pela pouca assistência à Festa de Natal, a organização sentiu-se feliz porque a sua missão foi cumprida com muito empenho, muito carinho e muito amor.

Pessoalmente, voltei a sentir que o esforço empregue na organização deste evento foi amplamente compensado com as expressões de alegria da pequenada, e isso para mim foi mais que suficiente para me fazer sentir de bem com a vida e de consciência perfeitamente tranquila. Nada há no mundo melhor que as crianças e quero continuar a sentir-me entre elas com a alegria que as inundou ontem, certo de que pela vida fora se hão-de lembrar destes momentos mágicos que viveram no Natal de 2007 e 2008, e estou seguro que é a amizade, a união, o companheirismo, a solidariedade e a paz farão deles Homens e Mulheres de um amanhã que se quer próspero e feliz. Pelo menos é nisso que precisamos de acreditar.

Deixo-vos um pequeno apontamento em filme do que passou ontem em São Martinho do Porto.

António Inglês




7 comentários:

Entre "aspas" disse...

Um gesto muito bonito,pois o Natal é das crianças, é lhes proporcionar um sorriso nos lábios, um brilho nos olhos,pena que muitas crianças no mundo não tenham essa possibilidade.
Gostei muito do post meu amigo,muito bem descrito.
Um bom início de semana para si
Bjs Zita

Filoxera disse...

Caro António: compreendo a sua "ausência" dos outros blogues. No entanto, se quiser aceitar, deixarei no meu blogue um desafio relacionado com leituras de infância.
Um beijinho.

gaivota disse...

fico contente por saber que os meus vizinhos têm este tipo de iniciativas, as crianças merecem tudo o que há de bom no mundo!
estou a precisar de andar por aí, com tempo...
beijinhos

São disse...

Tonico, parabéns pela iniciativa!

...e vai aparecendo, pouco que seja!

Beijinhos.

Fatima disse...

É tão bom ver o sorriso nas crianças.
Se há coisas que me comovem, esta é uma delas.
Precisam de tão pouco para ficarem felizes.
Abraço António

Rakel Macedo disse...

Olá!

Eu fiquei triste pela pouc afluência confesso. Por exemplo da sala da Carolina na creche só vi uma criança.
Após «investigar» um bocadinho descobri que a grande maioria dos pais nem sequer sabia da festa. Por muito que nos custe, as pessoas não lêem os editais e os que haviam eram um bocadinho escuros e não eram muito chamativos. Acho que a falta das pessoas se deveu mais à falta de informação do que devido ao mau tempo.
No ano passado tivemos que «inscrever» os nossos filhos e como tal todos estavam relembrados da festa, da data, da hora. Este ano, como já se encontravam «recenseadas» as crianças não goi papelinho nenhum para casa.
Acho que, a haver para o ano festa de natal, tem que se apostar numa maior divulgação. Nem que seja recorrendo às novas tecnologias. Enviar sms em cadeia por exemplo. Se se conseguem organizar manifestações e distúrbios por sms porque não uma festa de Natal? :)

Quero espericalmente agradecer a todos os que proporcionaram uma festa tão gira. Eu sei que me fartei de rir, especialmente com os palhaços porque tive os meus 2 amores envolvidos directamente nas brincadeiras...

E agora fico-me por aqui porque tenho de ir levar a minha «formiga rabiga» à escolinha.

Boas Festas :)

aramis disse...

Meu amigo, conforme prometi, estive presente. Gostei mesmo muito! Aqui fica o meu agradecimento em nome das crianças da nossa terra, a todos os que tornaram possivel esta linda festa. Parabens, pois estava tudo pensado ao pormenor...
Concretamente a ti, o meu bem haja pela pessoa extraordinária que és!
Um abraço grande,