segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

O BOLO-REI


De acordo com os anais históricos, o Bolo-Rei terá surgido na França de Luís XIV, não resistindo aos calores anti-monárquicos da Revolução Francesa de 1789.




Contudo, os inspirados pasteleiros franceses “trocaram as voltas” aos revolucionários e renomearam o Bolo Rei de “gâteau des sans-culottes”, garantindo-lhe desta forma a existência.

Também em Portugal, o Bolo-Rei introduzido no final do século XIX viu, com a proclamação da República em 1910, a sua existência ameaçada. Os pasteleiros portugueses, seguindo o estratagema francês, deram novo nome ao velhinho Bolo-Rei, passando a chamar-lhe “bolo-presidente” e “bolo-Arriaga” (aludindo ao primeiro Presidente da República, Manuel de Arriaga).

Quanto à composição, o Bolo-Rei faz-se, basicamente, com massa de pão levedada, formando uma coroa, coberta de frutos cristalizados e de açúcar em pó (embora com variações).



Numa perspectiva religiosa, a fava do Bolo-Rei fundamenta-se na lenda segundo a qual os Reis Magos, ao verem uma estrela a brilhar no céu, assinalando o nascimento do “Salvador”, encaminharam-se de pronto para Belém. Quando se aproximaram das muralhas que cercavam Jerusalém, Baltazar, Belchior e Gaspar disputaram a primazia de oferecer o ouro, o incenso e a mirra a Jesus. Um padeiro, coberto de boas intenções, terá então confeccionado um bolo dentro do qual escondeu uma fava. O rei que ficou com a fava foi o que primeiro entregou o presente ao menino.

Do ponto de vista histórico, sabe-se que desde o tempo dos romanos se praticava o jogo da “Rainha da Fava”. Ainda hoje, na França, é jogado. Em família, e fora de casa, é servido um bolo com uma ou duas favas escondidas. Quem as encontrar na sua fatia é proclamado rei ou rainha, tendo o privilégio de expressar os votos de Boas Festas, na restante parte do dia.



Receita

Ingredientes

Manteiga: 130 gr
Açúcar: 130 gr
Farinha: 500 gr
Fermento: 15 gr
Ovo: 3
Leite: 2 dl
Vinho do Porto: 2 colheres de sopa
Aguardente velha: 2 colheres de sopa
Fruta cristalizada variada: q.b.
Amêndoa: q.b.
Noz: q.b.
Pinhão: q.b.

Preparação

Num pouco de leite frio dissolva o fermento e adicione a farinha. Junte todos os ingredientes, excepto as frutas cristalizadas e os frutos secos, e amasse bem. Quando a massa começar a fazer bolhas, sinal de estar bem batida, juntam-se as frutas cristalizadas e os frutos secos. Tende-se a massa em forma de rosca, colocando em recipiente com buraco no meio, depois de bem untado com manteiga. Deixa-se descansar durante umas horas. Pincela-se com gema de ovo e colocam-se mais algumas frutas cristalizadas por cima. Coze-se em forno médio até ficar dourado.

Fonte: Sabores para uma vida

Fotos da Net

António Inglês


7 comentários:

Carminda Pinho disse...

Amigo António,
ainda há quem confecione o bolo rei em casa. Embora a maioria das pessoas o adquira nas pastelarias, como eu. E para dizer a verdade, prefiro o bolo rainha, por ser confeccionado só com frutos secos.:)

Agradeço e retribuo, os votos de Boas festas, extensivos à família.

Beijinhos

Menina_marota disse...

Excelente texto que gostei de ler!!

Deixo um abraço e os votos que tenhas um excelente Natal extensivo a todos os teus.

Geo disse...

Olá querido António!!

Seu Blog está lindo!! Li todas as postagens sobre o Natal e não sabia sobre a origem do papai Noel e a curiosidade sobre os Reis Magos...aprendo muita coisa contigo...e ainda tive de aguentar a vontade de comer um pedaço bem grande deste Bolo-Rei...adoro doce!!!

Queria lhe agradecer, do fundo do coração, todo este carinho que recebo de ti, toda essa amizade que é muito importante para mim, nunca imaginava encontrar do outro lado do mar pessoas tão queridas...sua amizade é um presente pelo qual agradeço todos os dias!!

Desejo a ti e sua família um Natal de muito amor e um 2009 de muitas realizações!!

Que Deus os abençoe!!!

Beijos!!

Geo

Carla disse...

um post completo a falar de uma soberba iguaria

passei para desejar
_________________Paz
_______________União
______________Alegrias
_____________Esperança
____________Amor Sucesso
___________Realizações Luz
__________Respeito harmonia
_________Saúde solidariedade
________Felicidade Humildade
_______Confraternização Pureza
______Amizade Sabedoria Perdão
_____Igualdade Liberdade Boa sorte
____Sinceridade Estima Fraternidade
___Equilíbrio Dignidade Benevolência
__ Força Tenacidade Prosperidade Reconhecimento
_______________!!!!
_______________!!!!
_______________!!!!

beijos e FESTAS FELIZES

Sophiamar disse...

O teu blog está lindíssimo, António! Perpassado pelo espírito natalício que em ti reina, é um prazer passar por aqui. Além disso, estes posts são muito interessantes e prestas um bom serviço à cultura.Bem hajas, amigo!
Apesar de ausente nos comentários, estás sempre presente na minha mente como um dos melhores amigos da blogosfera.
Obrigada pela mão amiga, pela palavra na altura certa.
Desejo-te um Natal à medida dos teus desejos com Paz, Saúde, Harmonia Familiar, Pão na mesa...

Mil beijinhos para todos vós

Laura disse...

Nham, até apetece dar uma trinca bem cheiinha pró caminho!... Adoro bolo rei do tradicional e o que so leva frutos secos também tem o meu aval!...que delicia e que engordar a comer coisas boas em demasia!...
Obrigadinha pela lição, essa de pesquisar tem de se ter paciência e nisso tenho pouca, mas adoro saber...
Beijinho de Bom Natal e um Ano Novo cheio de paz e saúde, felicidade sempre... laura.

elvira carvalho disse...

Gostei do post. Sou grande apreciadora de Bolo-Rei.
Desejo-lhe um feliz Natal e um Ano de 2009, com muita saúde, e amor,
para si e para os que você ama
Um abraço e Boas Festas