quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

MAIS UMA PRAXE COM MAUS RESULTADOS!


Jovem ferido em actividade de praxe ficou paraplégico

Estudante internado no serviço de neurocirurgia do CHC

*

O estudante da Escola Superior Agrária de Coimbra

ferido no passado dia 28 de Novembro devido a uma

actividade de praxe, ficou paraplégico e apresenta

alterações a nível dos membros superiores.

*

A directora clínica do Centro Hospitalar de Coimbra (CHC), Deolinda Portelinha, avançou hoje esta informação, salientando ainda que será possível uma recuperação, «senão total, pelo menos parcial, da capacidade motora e de alguma sensibilidade» nos membros superiores.
O jovem está internado no serviço de neurocirurgia do CHC, estando neste momento a convalescer de uma cirurgia efectuada a 30 de Novembro, em virtude do traumatismo vertebromecular que sofreu.
Recorde-se que o estudante, de 20 anos, sofreu esta grave lesão depois de se ter lançado de cabeça, de um escorrega com um desnível de dois metros para um túnel, durante uma actividade de praxe.

*

Comentário

Infelizmente, este não foi o primeiro nem será o último dos acidentes estúpidos com resultados gravosos para os estudantes praxados em diversos estabelecimentos de ensino.
Não sou contra as praxes, pois também já por lá passei, mas nunca fui adepto do exagero que julgo ser o que se passa em algumas praxes.
Mais uma vez, os resultados do que se prentendia ser uma brincadeira académica, podem vir a tornar-se irrecuperáveis para um jovem de 20 anos, que pode ficar desta forma com o resto da sua vida destroçada por colegas que nas suas praxes não encontram limites de imaginação.
Quem tem os seus filhos a estudar em Universidades espalhadas pelo País, não pode ficar indiferente nem descansado perante casos destes.
Vai sendo altura que quem de direito chame à responsabilidade os responsáveis por estes acidentes, promovendo a sua punição exemplar sob pena de continuar-mos a assistir de vez em quando a novas desgraças.
É provável que este jovem venha a recuperar a capacidade motora e a sensibilidade, senão totalmente pelo menos parcial, mas nada é certo e ficamos a torcer por essa recuperação. Ser jovem com alguma rebeldia à mistura não é crime nenhum, mas roçar a irresponsabilidade e pôr em perigo a vida do próximo, em especial de um colega, já me parece algo fora do normal.
José Gonçalves

12 comentários:

elvira carvalho disse...

Ora afinal cá estou eu. Estou á espera que o filhote chegue para irmos ás compras e aproveitei este bocadinho para saber novidades do Salvador, mas não tem post novo, esta semana fazia a segunda sessão de quimio e não deve poder ir ao blog.
Não tenho ouvido notícias e nem sabia do jovem. Lamento que os mais velhos que deviam ser mais responsáveis imponham aos mais novos praxes que põem em risto a sua integridade física e até a sua vida. SEMPRE HOUVE PRAXES E NUNCA SE OUVIU FALAR TANTO DELAS NEGATIVAMENTE.
Um abraço, vou ver se ainda consigo ìr à Sophiamar.

São disse...

Se nos querem obrigar a beber tudo em plástico para nossa protecção, porque razão não protegem os jovens destes praxes violentas e das bestas que as praticam?!
è o cúmulo do cinismo e da estupidez!!
Abraço.

aramis disse...

Meu querido Amigo,
Não sabia de mais esta! Os responsáveis não podem mesmo ficar impunes...
Muitos beijinhos

Sophiamar disse...

Um post que vem revelar mais um trágico acidente resultante da falta de civismo, da irresponsabilidade, do mau gosto que hoje encontramos nas praxes universitárias. São mesmo animalescas. E digam o que disserem, que sou velha, antiquada, retrógrada mas não posso deixar de lamentar que fiquem impunes aqueles que contra a vida de um colega atentam. Já têm idade para poder aquilatar das consequências que algumas praxes podem ter pelo que devem sofrer uma pena exemplar.
Beijinhos, amigo. Continua a mostrar-nos quadros da vida.

avelaneiraflorida disse...

Amigo José Gonçalves,

VIOLÊNCIA sob qualquer FORMA, NÃO!!!!!

Que seja este grito um alerta bem significativo do nosso repúdio por quem pratica tais actos!!!!
E quem está numa Universidade...pretende "formar-se" ou "DEFORMAR-SE"????
"BRIGADOS" por este post!
Bjks, Amigo!!!

Brancamar disse...

Olá Zé,
Tens uma resposta no meu espaço ao teu comentário.
Meu amigo ainda ontem estive nos posts aqui abaixo, mas tem graça que também eu andava a pensar no teu silêncio, parecia-me eu que não falavas há muito e a pensar se seria por ser Natal - transmissão de pensamento.
Quanto a esta notícia corroboro o que já foi dito: Falta de civismo, educação, formação de alguns alunos mais velhos para com os seus colegas e enquanto não forem julgados convenientemente não vão parar. Soube há tempos de um caso que foi levado a tribunal e teve julgamento recente e assim deviam ser todos.A aluna em causa teve que ter uma coragem fantástica porque não desistiu da queixa e foi muito penalizada por isso, porque inclusive os colegas quase foram proibidos de falar com ela sob pena de sofrerem sanções e ela para não os penalizar entrava no fim das aulas e ficava quase escondida atrás, mas o ambiente era tão frustrante que acabou por mudar de Universidade para outra cidade.Se não me engano foi numa Escola Agrária do interior, não vou dizer o nome porque li há largos meses essa reportagem e posso correr o risco de me enganar.Era uma reportagem do Jornal de Notícias sobre o assunto e referia vários casos.
Esperemos que se tomem medidas, sobretudo para educar as pessoas a partir do berço e a terem disciplina e respeito logo a partir do ensino básico.
Um grande abraço para ti

Jose Gonçalves disse...

Elvira

É verdade, as praxes estão cada vez mais irresponsáveis e não há quem ponha termo a estes disparates dos rapazes.
Deixo-lhe um abraço
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

São

Acho que quem devia olhar para estas coisas anda de costas voltadas ao ensino e por isso não vê o que se tem vindo a passar.
Tenho para mim que os responsáveis por estes acontecimentos deveriam ser apurados e castigados exemplarmente.
Seguramente que estas praxes iriam acabar.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Aramis

Depois desta minha cruzada, cá estou de novo a esta hora da manhã pois já não consigo dormir mais.
Dever cumprido! Acho!
Estas praxes tem de acabar de uma vez por todas.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Sophiamar

Olá minha amiga, tens toda a razão, alguém tem de pôr cobro a estas praxes animalescas.
Alguns rapazes acham que a parvoeira faz deles mais homens e abusam nas brincadeiras de forma irresponsável.
Há que os chamar à razão e punir quem são os culpados deste tipo de acidentes.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Avelaneiraflorida

Nem mais. As tuas palavras traduzem exemplarmente o que penso.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Branca

Também li essa noticia e estas praxes não param de aumentar de estupidez.
Falta civismo e a punição exemplar dos responsáveis.
Mas como em tudo neste país a culpa morre sempre solteira.
Um beijinho
José Gonçalves