sexta-feira, 23 de novembro de 2007

À MINHA MULHER - PARTE II


MEIO SÉCULO, MEIA VIDA

Por ti, por quem sonhei na meninice
Por quem chorei sem que sentisse
Eras personagem do imaginário
Às estrelas fiz confidências
Assumi com elas conivências
Fiz do sonho o meu diário

E dos sonhos fiz ilusão
Fiz promessas ao coração
Cantei loas ao vento
Reservei páginas do meu futuro
Houve luz onde era escuro
Fiz da esperança o meu alento

Musa mito mulher sonhada
Aparição envergonhada
Outra forma quiseste ter
E dos sonhos da minha infância
A cegueira deu importância
A um cego que não quis ver

Mas eu, cavaleiro sem montada
Atravessando tamanha estrada
Voltara de novo a sonhar
Que o destino era mais forte
E eu sabia que a minha sorte
Chegaria no teu olhar

Tu, por quem sonhei na meninice
Sabes bem e já tu disse
Que este quadro tem outra côr
Por tudo aquilo que me deste
Pelo filho lindo que me ofereces-te
Obrigado meu amor

Para nós... reservou Deus este lugar
Abençoou-o, chamou-lhe lar
Deu-lhe a alegria de um festim
Deu-te a graça e a beleza
Deu-te a força e a firmeza
Mas deu-me a FELICIDADE a mim.

Com amor

Dedicado a minha mulher quando fez cinquenta anos, e ao meu filho Pedro, esperando que os irmãos não fiquem cheios de ciúmes
José Gonçalves

22 comentários:

Fernanda e Poemas disse...

Olá Zézinho, lindo,lindoooooooooooo,
Que belo até me vieram as lágrimas, ao ler tanta magia nas palavras nos sentimentos.
Parabéns!!!!!!
Bom fim de semana para toda a família.
Muitos beijinhos,
Fernandinha

Vieira Calado disse...

Pois desejo felicidades a todos
os vossos!
Quanto às estrelas, como eu disse,
a luz que chega até nós, depende da intensidade (e qualidade) da energia produzida, e da distância.
Tal como na Terra, uma luz muito forte mas longínqua, parece mais fraca do que uma que esteja logo ali, mesmo que seja a luz duma vela!
Na Terra, para estas coisas, temos pontos de referência.
No Espaço, fia mais fino!
Mas isso havemos de ver noutras postagens.
Um forte abraço.

Maria disse...

É muito bonito esse vosso amor.
Tem que haver muita cumplicidade e companheirismo entre um casal para haver "amor em cada canto da casa", como disseste num comentário.
Oxalá continuem pelos resto dos vossos dias com este amor, assim vivido (e quase gritado) aqui pelo José.

Hoje deixo dois abraços e dois beijinhos, para ti José e para o teu amor: a Lídia.....

elvira carvalho disse...

Gostei muito. Imagino a alegria da esposa com tal prenda de anos. Se pensarmos que segundo a estatística 50 por cento dos homens não lembra a data de aniversário das mulheres.
Que se mantenham assim por longos e bons anos.
Bom fim de semana
Um abraço

Sophiamar disse...

Quase não tenho palavras para comentar esta declaração de amor. O teor do que aqui está dito, sentido, direccionado para alguém que iluminou o teu caminho e fez de ti o homem feliz e carinhoso que és, é tão comovente que os meus olhos embaciam ao querer dirigir-vos algumas palavras. Obstinado no querer, escolheste a estrada certa, subindo e descendo os outeiros e vales da vida, encontraste a companheira que te deu amor, fez sorrir, abraçar a vida...
Lídia, Zé sejam muito, muito felizes. Pedro, os pais são a luz das nossas vidas. Sempre.
Para todos vós, família amiga, permitam que assim vos chame, desejo tudo de bom, do melhor que a vida contém.
E repito o que disse noutro comentário, esta é a blogosfera que eu procuro.
Mil beijinhosssssss para todos os dias das vossas vidas

São disse...

Comovente, meu amigo, comovente!
Mas eu ficaria com ciúmes, sim...
Beijo.

amigona avó e a neta princesa disse...

Deixar-VOS um abraço de amizade e o desejo de que a vida seja vossa durante MUITOS, MUITOS anos...

avelaneiraflorida disse...

Que belissima declaração de AMOR!!!!

Já tinhamos oportunidade de a antecipar na primeira parte...agora ela surge na sua plenitude!!!!!

QUE ESSE AMOR PERDURE e VOS ENLACE SEMPRE MAIS!!!!!
PARABÈNS...AOS DOIS!!!! PORQUE CLARAMENTE SE VÊ A RECIPROCIDADE DA VOSSA VIVÊNCIA!!!!
Bjks

Brancamar disse...

Amigo José Gonçalves,
Fiquei encantada com esta sua veia poética e com esta linda homenagem à mulher da sua vida.Tão lindo, que tal como a Fernandinha ao lê-lo vieram-me as lágrimas aos olhos.
Muitas felicidades para os dois e para os filhotes.
Não tenho mais palavras para comentar tanta ternura!
Só quero dizer-lhe que ao contrário do que o meu amigo disse uma vez, tenho verificado que tem uma boa veia poética. Continue.
Bom fim de semana.
Beijinhos

aramis disse...

Amigo José Gonçalves,
Mas está mesmo muito bonito! Não sabia deste deu dote de bem rimar...
A nossa amiga merece estas palavras e muito mais!
Um beijinho para o "trio" e votos de um bom Domingo.

Jose Gonçalves disse...

Olá Fernandinha.

Foi noite de veia....
Tempos houve em que pensei que sabia escrever...
Só para rir...
Uma boa semana.
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Amigo Vieira Calado

Obrigado pelos votos.
Quanto ao que aprendo no seu canto, irei continuar a fazê-lo.
Um abraço
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Olá Maria

É verdade que temos uma grande cumplicidade. E muita amizade.
O amor é uma constante mas sem os outros condimentos não resulta.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Olá Elvira

Por acaso, sempre me lembro dos anos de minha mulher.
E neste dia, como fazia 50 anos, dediquei-lhe estas palavras que todas juntas lhe transmitiram o que sempre senti.
Mas não foi só. Fizemos uma festa das antigas. Cinquenta anos é meio século, meia vida.
Marcou-nos.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Sophiamar

Acabo de chegar de um fim de semana alucinante, cheio de movimento que só me permitiu vir aqui agora.
Hoje irei responder a todos os que fizeram o favor de me visitar e deixar os seus comentários.
Amanhã farei as minhas visitas a todos.
Ficámos todos muito sensibilizados com as tuas palavras, que agradecemos.
Somos realmente uma família unida e muito cúmplice. Esse é o segredo de tanta felicidade.
Mas não penses que tudo são rosas...Uma vez por outra temos as nossas coisas...
No entanto conseguimos ultrapassá-las sempre da melhor maneira. Encontramos sempre uma plataforma equilibrada de entendimento que nos fortalece todos os dias.
Por isso minha amiga, sei que também nós vos podemos considerar assim, aproveitamos ao máximo a sorte que tivemos por estar-mos juntos, todos.
Ainda hoje, andámos num correrio para passar-mos um bocado com as filhotas e as netas. E com os genros também. Foi dia de família, mas para isto acontecer, tivemos de andar a correr de Lisboa para Santarém.
Fica bem, tem uma noite serena e que a vida vos sorria também a todos vós.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

São

Palavras bonitas as tuas, mas olha que os irmãos do Pedro não têm razão para ter ciúmes, garanto-te..
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Amigona avó

Obrigado pelos votos, mas de preferência que todos nós possamos estar aqui durante muitos anos, a falar-mos uns com os outros, mesmo que virtualmente.
Um beijinho
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

avelaneiraflorida

Grato pelas palavras que nos calaram fundo.
Somos felizes e acredito que o conseguiremos ser por muitos mais anos.
De vez em quando escrevo umas palavras a minha mulher.
Quando ela trabalhava de vez em quando metia-lhe uns recadinhos escritos na mala. Quando chegava ao serviço e necessitava de mexer na mala, acabava por encontrá-los e lá vinham os telefonemas...
Sempre fui assim.
Um abraço
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Brancamar

A minha verdadeira veia é minha mulher, porque de resto, de vez em quando junto umas palavras que depois de juntas não sei se traduzem o que lhe queria dizer.
Ela sempre gostou, mas também é uma derretida pelo que eu faço... (para convencido não me falta nada...)
Um abraço
José Gonçalves

Jose Gonçalves disse...

Olá Aramis

Sei que tu sabes que a minha Lídia merece realmente tudo isto e muito mais.
Conheces-nos pessoalmente e portanto tu tens verdadeiro conhecimento de causa.
Um beijinho de agradecimento pelas tuas palavras.
Quanto às rimas... minha amiga...
Não estarás enganada?
Uma beijoca
José Gonçalves

Gostas-te da Tertúlia de ontem?

Belisa disse...

Viva

Lindo poema!

Bjs estrelados

Jose Gonçalves disse...

Belisa

Lindo, lindo talvez nem seja, mas que foi cá de dentro, lá isso foi.
Um beijinho
José Gonçalves