quarta-feira, 6 de agosto de 2008

A 6 DE AGOSTO DE 1966 NASCIA UMA DAS MAIS BELAS PONTES DO MUNDO!

*

Em 6 de Agosto de 1966, num dia de sol radioso, é inaugurada, com pompa e circunstância, a Ponte sobre o rio Tejo, em Lisboa. O Diário Popular dessa tarde escreve: «A Ponte – a ponte sobre o Tejo, a maior da Europa e uma das maiores do Mundo, inaugurou-se hoje: foi dia de festa para o povo».



Faz hoje precisamente 42 anos que a Ponte Salazar foi solenemente inaugurada, na presença do Presidente da República, Almirante Américo Thomaz, do Presidente do Conselho de Ministros, Doutor Salazar, e do Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Gonçalves Cerejeira.


Alain Robert, o «Homem Aranha francês» que se celebrizou por escalar diversos arranha-céus no mundo inteiro, foi nela detido quando tentava chegar ao topo durante a hora de ponta. Este atrevido francês, de 44 anos, foi preso enquanto tentava alcançar o topo da estrutura metálica que tem cerca de 190 metros de altura. Habitualmente usava cordas nas escaladas, mas neste dia resolveu não as utilizar. «Foi um trabalho muito difícil porque o vento estava forte e os cabos da ponte balançavam demasiado», afirmou à Reuters o «homem aranha», que já foi detido mais de cem vezes.



No ano de 1958, o governo português decide-se, oficialmente, pela construção da ponte. No ano seguinte, é aberto concurso público internacional, para que sejam apresentadas propostas para a construção. Perante quatro propostas, no ano de 1960, a obra é adjudicada à empresa norte-americana United States Steel Export Company (esta construtora já tinha apresentado outro projecto em 1935).



A 5 de Novembro de 1962 iniciam-se os trabalhos de construção. Menos de quatro anos após o início destes, ou seja, passados 45 meses, a ponte sobre o Tejo é inaugurada passando a ser chamada Ponte Salazar.
Logo após a Revolução de Abril de 1974, o seu nome é mudado para Ponte 25 de Abril.



A sua construção, rondou o valor de dois milhões e duzentos mil contos, o que corresponde, nas tempos actuais a cerca de onze milhões de Euros.

Alguns dados que fazem dela ainda hoje uma das grandes pontes do mundo:

1 012,88 metros de comprimento do vão principal;
2 277,64 metros de distância de amarração a amarração;
70 metros de altura do vão acima do nível da água;
190,47 metros de altura das torres principais acima do nível da água (o que a torna a segunda mais alta construção em Portugal);
58,6 centímetros de diâmetro de cada cabo principal;
11 248 fios de aço com 4,87 milímetros de diâmetro, em cada cabo (o que totaliza 54,196 quilómetros de fio de aço);

79,3 metros de profundidade, abaixo do nível de água, no pilar principal (Sul);
30 quilómetros de rodovias nos acessos Norte e Sul, com 32 estruturas de betão armado e pré-esforçado;
É a 67.ª ponte mais extensa do mundo (a Vasco da Gama é a 4.ª).



O traçado é semelhante à Golden Gate de S. Francisco e ao da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, no Brasil.
A sua grandeza e imponência está bem expressa no facto de, à data da inauguração, ser a quinta maior ponte suspensa do mundo e a maior fora dos Estados Unidos.



Textos baseados na Net
Fotos da Net
António Inglês

9 comentários:

Dalinha Catunda disse...

António,
Com suas informações tão bem detalhadas, acabamos por fazer um turismo virtual maravilhoso a esta terra querida.Você é um elo entre Portugal e Brasil.
Saudades de você.
Carinhosamente,
Dalinha

Maria disse...

É verdade....
Dois anos mais tarde Salazar caía da cadeira...
Não pude deixar de relacionar (memórias de quem é antigo...).

Beijinho, António

Brancamar disse...

Olá António,

Não deixas passar acontecimento nenhum desta nossa terra.
Foi bom rever a construção desta ponte, bonita sem dúvida!
Hoje cheguei cá vinda de muitas andanças, festejos pela saúde de um amigo, emoções, etc.
Vou descansar que já é muita coisa para a minha idade.
Beijinhos
Mana Branca

amigona avó e a neta princesa disse...

Ainda me lembro...beijos meu amigo...

elvira carvalho disse...

Mais um belo post. E uma lição de história recente. Gostei muito.
Um abraço e boas férias.

Filoxera disse...

Tenho pena de não conseguir encontrar, na casa da minha mãe, umas fotografias que o meu pai tirou à ponte em construção...
Tem andado arredado. Está bem?
Beijinhos.

Sophiamar disse...

Continuo de férias, pouco ligada à net, mas venho desejar-te um bom fim de semana. Do meu mar e da minha serra envio-te beijinhos e um abraço amigo.

aramis disse...

Meu amigo, excelente artigo! Aliás já nos vens habituando a isso...
Eu considero esta, uma das pontes mais bonitas da Europa, senão a mais bonita.
Espero ver-vos logo no concerto do Rão Kyao ou amanhã no Sérgio Godinho.
Como tem sempre gente a vir muito cedo, eu costumo escolher a praia para me sentar a ouvir e tem sido uma boa escolha, ali entre os barcos. Mas... passeio sempre um bocadinho e se cá estiverem eu dou convosco!
Muitos beijinhos para ti, Lidia e ao meu Pedro. Cá para mim, não está cá, anda a curtir o verão por outras bandas... será que estou enganada?

Fatima disse...

Lembro-me tão bem desta inauguração!
Jantámos cedo e rumámos a Santo Amaro de Oeiras. Naquele recanto da marginal, tinha-se uma vista fantástica sobre o Tejo e consequentemente da Ponte. Ficámos na 1ª linha!
Estava a família toda!
Para a criançada a festa foi muito bonita. Luz, noite, fogo de artifício... uma festa!
Ainda hoje, sempre que passo naquele canto de Santo Amaro me lembro desse dia.