sábado, 31 de maio de 2008

A LENDA DO MOSTEIRO DE ALCOBAÇA

*
*

Em 1147, a moura renegada Zuleiman apresentou-se nos Paços de Coimbra na presença de D. Pedro Afonso, irmão do primeiro rei de Portugal, surpreendendo o infante com a revelação que aquela seria a melhor altura para conquistar Santarém.




Zuleiman despeitada por ter sido abandonada por Muhamed, o alcaide de Santarém, queria vingar-se dando aos cristãos as informações que tinha sobre a defesa do castelo.



*

Entretanto, D. Afonso Henriques já tinha enviado o seu cavaleiro Mem Ramires a Santarém para estudar o inimigo e a astúcia e a cautela do cavaleiro foram fulcrais para a decisão do ataque



Conta a lenda que foi na serra dos Albardos que o primeiro rei de Portugal fez a promessa de construir um mosteiro se Deus lhe desse a vitória.



*

Mem Ramires segurou a escada contra as muralhas por onde entraram os soldados e Santarém amanheceu cristã.




O mosteiro de Alcobaça foi construído em cumprimento de um voto do primeiro rei de Portugal, sendo juntamente com a Batalha e os Jerónimos uma das jóias mais preciosas do património arquitectónico português.



*

Texto e Fotos da Net

António Inglês

8 comentários:

Maria disse...

Olá António

Esta lenda eu conhecia.. mal de mim se não conhecesse....
As fotos que escolheste são lindíssimas, pode ver-se com pormenor o estilo do Mosteiro.
Obrigada por mais este post.

Bom fim-de-semana
Beijinho

Carminda Pinho disse...

E de lenda em lenda, cá vamos aprendendo ou recordando...:)

Bom fim de semana.
Beijos

amigona avó e a neta princesa disse...

Tão bonitas as fotos!
Deixo um abração António! Bom fim-de-semana...

Sophiamar disse...

António, Querido Mano!

O que aqui nos contas é importante mas o que nos mostras nas imagens é património arquitectónico do mais relevante que Portugal contém. Não conhecer o Mosteiro de Alcobaça não tem graça.A ordem de Cister a quem D. Afonso Henriques doou este couto foi das mais importantes no povoamento, desenvolvimento e defesa do território português. Há algum tempo que não visito o mosteiro mas já tenho planificada uma visita para o próximo ano lectivo. Afinal está para breve.

Beijinhos mil com muita, muita ternura.

Bem hajas!

M.A. disse...

Quem diria que o despeito amoroso da Zuleiman em relação ao Muhamed esteve na base da construção de tão bonito mosteiro? E por curiosidade, ele acaba por albergar depois os túmulos de Pedro e Inês que são, entre nós símbolo de um grande amor.Como são as coisas...

Vieira Calado disse...

Há muitos que o visitei.
É uma pérola.
desejo-lhe um óptimo fim de semana, amigo!

elvira carvalho disse...

Mais uma bela lenda. Esta também conhecia. O mosteiro é que só conheço por fora. As duas vezes que tentei visitá-lo estava fechado. Claro que já fiz uma visita virtual na TV com o Jose Hermano Saraiva.
Um abraço e bom fim de semana.
E espero que já esteja recuperado.

Filoxera disse...

Tive uns dias muito complicados, mas passo aqui muitas vezes. Nem sempre dá para deixar comentário...
Bom fim-de-semana!