terça-feira, 30 de outubro de 2007

DESAFIO DA SOPHIAMAR

A Sophiamar lançou-me este desafio! Não o pude cumprir à risca mas cá vai então!

O Desafio foi:

1) Pegar num livro que tenhas à mão ... não vale procurar
2) Abri-lo na página 161,
3) Procurar a 5ª frase completa.
4) Postá-la no blog.
5) Passar o desafio a 5 bloggers.
6) É proibido ir buscar o melhor livro e postar a frase que acharmos mais interessante.
7) Divulgar o nome e o autor do Livro.


Ora aqui está:

Título: OS MAIAS

Autor: Eça de Queirós

A frase: " E arregaçou-as realmente, mostrando a ceroula, num gesto brusco e de delírio”.

Passo o desafio a:

Maria Faia
Aramis
Maria
São Banza
Fernanda e Poemas
Avelaneiraflorida

Que me lembre, este foi o último livro que eu e minha mulher lemos a meias, durante muitas noites.

Um grande abraço a todos.

José Gonçalves





10 comentários:

Maria Faia disse...

Olá Amigo,

Já é a segunda vez que me fazem este desafio...
A primeira vez estava a ler um livro de Brian Weiss. Hoje estou numa de Bernard Cornwell " Sharpe e a Campanha de Wellington" (período das invasões francesas).
Veremos o que consta do 5º paraágrafo da página 161...

Beijo Amigo,

Maria Faia

Jose Gonçalves disse...

Maria Faia

Eu sei que lê muito por isso escolhê-la foi fácil.
Um abraço e um beijinho
José Gonçalves

São disse...

OBRIGADA!!
Fazer parte dos seua amigos de casa é uma honra e uma responsabilidade, sabe? Tentarei merecer esta distinção.
O desafio aceito-o, claro.
Quanto ao anel, levá-lo-ei (tal como as ofertas da Elvira e do Óscar ) no coração, do fundo do qual lhe agradeço: é que, mesmo seguindo as instruções da Elvira, não consigo convencer o Sapo a acitar nada!!
Sabe que já visitei Tarrafal: é uma dor. Aliás, como é um choque pressentir o simbolismo do Pelourinho na Cidade Velha!
Obrigada pelo recado acerca do telefone.
Abraços!

Jose Gonçalves disse...

Olá São

Faça o favor de ser feliz. É mais que suficiente para merecer ser amiga cá de casa.
O telefone não está esquecido.
Um grande abraço
José Gonçalves

elvira carvalho disse...

Eu também tenho que dar seguimento ao desafio. Mas para mim está difícil.Porque o último livro que li, está emprestado. E o que estou a ler agora, só tem 50 páginas. E aquele com que tenho perdido mais tempo é o livro de código de estrada...eheheh
Fico contente que seja apenas por não ter tempo que não escreve mais.
Eu fui esta tarde, outra vez ao cardiologista. Já ouviu falar em dupla hipertensão? Pois aqui a sua amiga, não se contentou com uma hipertens~~ao simples. E sendo assim já trouxe mais uma receita, para um novo medicamento a tomar, para a diastólica, pois a hipertensão sistólica já está controlada.
Enfim.......
Um abraço

Jose Gonçalves disse...

Caramba menina, afinal tem as coisas a dobrar...
Mas deixe que lhe diga que não é só a tensão, é também o amor, a amizade, a solidariedade e muito mais coisas provavelmente.
Seja como for, quero dizer-lhe que se precisar de algo será apenas uma questão de tempo mais nada. Disponha.
Um grande abraço
José Gonçalves

Sophiamar disse...

Ler um livro a meias é tão bom! Já o fiz algumas vezes. Com tanto gosto!
Obrigada amigo por teres aderido ao desafio que te propus com tanto carinho e dedicação.
Beijinhossss

Jose Gonçalves disse...

sophiamar

Olá minha amiga. De vez em quando, em especial quando o livro é grande(e era o caso), eu e minha mulher temos um acordo. Ela lê uma parte durante um ou dois dias, e antes de ser eu a ler, ela faz-me o resumo do que leu. Depois fazemos ao contrário. É interessante esta maneira de ler livros.
Confesso que andamos muito mandriões para a leitura.
Os desafios dos amigos são para aceitar, além de tudo o mais são a prova da amizade que vamos encontrando por aqui.
Um abraço
José Gonçalves

avelaneiraflorida disse...

Amigo José Gonçalves,

Embora atrasada a agradecer o desafio proposto, já o cumpri, com todo o gosto!!!!

Aliás, ando a pensar num círculo de leituras virtual.O que acha da ideia???
Bjks

Jose Gonçalves disse...

Olá avelaneiraflorida

Não tem problema o atraso na resposta. A minha amiga virá sempre que quiser e quando quiser.
Quanto ao círculo de leituras virtual acha uma ideia interessante.
Mãos à obra. Mas olhe que sou muito calão.
Um abraço
José Gonçalves